Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Disney aumenta preço do serviço de streaming após queda nas vendas no 3º trimestre fiscal

    Assinatura sem anúncios do Disney + custará US$ 13,99 a partir de 12 de outubro, um aumento de US$ 3 por mês

    Disney+ continua sem lucro para a empresa, embora tenha reduzido sua perda de receita no terceiro trimestre
    Disney+ continua sem lucro para a empresa, embora tenha reduzido sua perda de receita no terceiro trimestre Filmes da Marvel em ordem cronológica - Imagem: Shutterstock / Miguel Lagoa

    Samantha Delouyada CNN

    VA Walt Disney Company está aumentando os preços de seu serviço de streaming Disney+ pela segunda vez em menos de um ano, já que seu relatório de lucros do terceiro trimestre fiscal (encerrado em 1º de julho) mostrou dificuldades de receita em quase todas as áreas, exceto nos parques internacionais.

    A assinatura sem anúncios do serviço de streaming custará US$ 13,99 a partir de 12 de outubro, um aumento de US$ 3 por mês. Em dezembro, a empresa aumentou o preço da categoria sem anúncios de US$ 7,99 para US$ 10,99.

     

     

    “Aumentamos os preços em quase 50 países ao redor do mundo para refletir melhor o valor de nossas ofertas de produtos, e o impacto na rotatividade e na retenção superou nossas expectativas”, disse Iger sobre o serviço de streaming da empresa na teleconferência de resultados do terceiro trimestre fiscal da Disney.

    O Disney+ continua sem lucro para a empresa, embora tenha reduzido sua perda de receita no terceiro trimestre.

    Enquanto o Disney+ o adicionou mais assinantes internacionais no trimestre, o serviço também perdeu assinantes nos EUA e no Canadá.

    No geral, a Disney divulgou uma receita um pouco menor do que a esperada para o terceiro trimestre fiscal na quarta-feira.

    A empresa registrou receita de US$ 22,3 bilhões, ante expectativas de US$ 22,5 bilhões, segundo estimativas da Refinitiv. A receita em televisão linear caiu 7% em comparação com o mesmo trimestre do ano passado.

    “Embora ainda haja mais a fazer, estou incrivelmente confiante na trajetória de longo prazo da Disney por causa do trabalho que fizemos, da equipe que temos agora e por causa da base principal da Disney de excelência criativa e marcas populares e franquias”, disse o CEO da Disney, Bob Iger, em um comunicado.

    As ações da Disney (DIS) caíram inicialmente nas negociações após o expediente, mas reverteram o curso para ganhar mais de 3%.

    Os parques da Disney foram um ponto brilhante, mesmo quando a empresa luta contra o declínio do público em seu carro-chefe Disney World Resort, no centro da Flórida.

    As receitas de parques, experiências e produtos da Disney no trimestre aumentaram 13%, para US$ 8,3 bilhões, o que a empresa disse refletir o crescimento em seus parques internacionais, como Shanghai Disney Resort e Hong Kong Disneyland Resort.

    “O aumento no Shanghai Disney Resort foi devido ao parque estar aberto durante todo o trimestre atual, em comparação com 3 dias no trimestre do ano anterior, como resultado de fechamentos relacionados ao Covid-19”, disse a empresa em comunicado.

    No entanto, a empresa reconheceu que o crescimento da divisão foi parcialmente compensado por uma receita menor em seus parques domésticos nos Estados Unidos.

    Veja também: Disney aumenta preço de ingressos de parques nos Estados Unidos

    Este conteúdo foi criado originalmente em inglês.

    versão original