Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Disney vai aumentar os preços dos ingressos de seus principais parques

    Valor do ingresso no Walt Disney World, em Orlando, ficou até 10% mais caro; preço mais alto passa de R$ 7.318,75

    Disneyland, na Califórnia
    Disneyland, na Califórnia REUTERS/Mario Anzuoni

    da Reuters

    A Walt Disney informou nesta quarta-feira (11) que vai aumentar os preços de alguns ingressos dos parques temáticos Disneyland, na Califórnia, e Walt Disney World, na Flórida.

    Há algumas semanas, a grande empresa do entretenimento revelou um plano de gastos pesado para seus parques.

    A empresa aumentou os preços no parque da Califórnia em até 8,9%. O preço por ingresso em dias movimentados, como feriados, aumentou 8,4%, chegando a US$ 194 (R$ 979,87).

    Já os preços dos passes anuais no Walt Disney World, em Orlando, terão aumentos em até 10%, com o Incredi-Pass sendo vendido agora por US$ 1.449 (R$ 7.318,75), um aumento de US$ 50 (R$ 252,54).

    Os negócios de parques da Disney registraram uma forte recuperação após a pandemia, mas o número de visitantes domésticos tem diminuído recentemente, uma vez que o alto custo de vida nos Estados Unidos tem levado as pessoas a evitarem gastos com parques temáticos.

    No início de outubro, a Disney disse que vai oferecer descontos nos preços dos ingressos para crianças em seus parques temáticos por um período limitado, buscando estimular o tráfego.

    As tentativas de aumentar a receita surgem depois que a Disney revelou um plano de gastos de US$ 60 bilhões (R$ 303,05 bilhões) em parques e cruzeiros nos próximos 10 anos.

    O projeto surgiu em meio a reservas de caixa cada vez menores da empresa, o que preocupou alguns analistas de Wall Street com seu longo caminho até gerar retorno.

    As alterações de preço entram em vigor imediatamente, disse a Disney em um comunicado nesta quarta-feira.

    A empresa não está aumentando os preços dos passes diários na Flórida e também está mantendo o mesmo preço de seu ingresso mais barato na Disneyland, de US$ 104 (R$ 525,29), que não muda há quatro anos.

    Veja também: Disney planejou demissão em massa no mundo