Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Dubai retira imposto de 30% sobre bebidas alcoólicas

    Dois grandes varejistas da cidade disseram que reduziram seus preços para refletir corte do tributo

    Bandeira dos Emirados Árabes Unidos
    Bandeira dos Emirados Árabes Unidos Saj Shafique/Unsplash

    Anna Cooban e Mostafa Salemda CNN

    Londres/Abu Dhabi

    Dubai eliminou um imposto de 30% sobre o álcool e não cobrará mais de turistas ou expatriados por licenças para comprar bebidas alcoólicas, enquanto o emirado tenta atrair mais trabalhadores e visitantes estrangeiros diante da crescente concorrência regional.

    Dois grandes varejistas da cidade, localizada nos Emirados Árabes Unidos (EAU), disseram que reduziram seus preços para refletir o corte de impostos.

    “Comprar suas bebidas favoritas agora é mais fácil e barato do que nunca”, anunciou a Maritime and Mercantile International (MMI) em sua conta no Instagram no domingo. A MMI, uma das maiores varejistas de bebidas alcoólicas de Dubai e subsidiária do grupo estatal Emirates, possui 21 lojas na cidade, de acordo com seu site.

    A African + Eastern, outra varejista de bebidas, disse em sua página do Instagram no domingo que havia removido o imposto e que agora estava oferecendo licenças pessoais de bebidas a custo zero.

    Os muçulmanos estão proibidos de adquirir licenças para compra de álcool em Dubai.

    A CNN entrou em contato com o escritório de mídia do governo de Dubai para comentar.

    As mudanças estarão em vigor por um ano como parte de um período de teste, informou a Reuters, citando fontes da mídia doméstica.

    Enfrentando a concorrência emergente de países da região, várias cidades dos Emirados Árabes Unidos adotaram políticas atraentes globalmente nos últimos anos, incluindo a legalização da coabitação entre casais não casados ​​e a permissão da venda de álcool durante o mês sagrado do Ramadã, anteriormente proibido em todo o país.

    Mais recentemente, uma semana de trabalho de segunda a sexta-feira foi introduzida para sincronizar com os negócios globais, após anos de programação de domingo a quinta-feira.

    A venda de álcool nos Emirados Árabes Unidos já é mais liberalizada em comparação com os países vizinhos do Golfo. Quase 90% de sua população é formada por estrangeiros.

    Visitantes internacionais gastaram mais de US$ 29 bilhões em Dubai em 2022, o maior valor do mundo, segundo dados do Conselho Mundial de Viagens e Turismo.

    Mas a cidade enfrenta uma concorrência cada vez maior de sua vizinha, a Arábia Saudita, que está investindo pesadamente em seu próprio setor de turismo enquanto diversifica sua economia para além do petróleo.

    O príncipe herdeiro Mohamed bin Salman está tentando mudar a imagem do reino de um país muçulmano conservador para atrair empresas globais, talentos e turismo. Partes de seu resort Red Sea Global, que inclui uma coleção de mega-hotéis, devem ser inauguradas este ano.

    Este conteúdo foi criado originalmente em inglês.

    versão original

    Mais Recentes da CNN

    Mais Recentes da CNN