Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Economia chilena cresce 18,1% no 2º tri sobre ano anterior, diz BC

    Em relação ao primeiro trimestre, o PIB entre abril e junho avançou 1%

    Bandeira do Chile
    Bandeira do Chile Foto: Elias Almaguer / Unsplash

    Fabián Andrés Cambero,

    da Reuterd

    O Produto Interno Bruto (PIB) do Chile cresceu 18,1% no segundo trimestre sobre o mesmo período de 2020, devido à base baixa de comparação anual após o impacto da pandemia do coronavírus na economia no ano passado, segundo dados divulgados nesta quarta-feira (18) pelo banco central chileno.

    No entanto, em relação ao primeiro trimestre, o PIB entre abril e junho avançou 1%.

    O resultado refletiu “principalmente a base baixa de comparação do ano de 2020, período que registrou o maior impacto associado à emergência sanitária”, disse o banco.

    “Além disso, incidiram as medidas econômicas de apoio às famílias e empresas, os saques parciais de fundos de pensão e uma maior adaptação da economia às restrições sanitárias”, acrescentou.

    O trimestre registrou uma alta generalizada das atividades econômicas, com destaque para serviços como educação e saúde, além de comércio e, em menor medida, a manufatura.

    As restrições impostas desde março de 2020 para conter a pandemia tiveram um forte impacto nas atividades presenciais, como comércio e serviços.

    Do ponto de vista de gastos, o resultado foi puxado pela demanda interna devido às medidas de apoio econômico às famílias e as retiradas parciais dos fundos de pensão, aprovadas pelo Congresso como paliativo ante a crise.

    Tópicos

    Tópicos