Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Real mais forte: entenda os motivos para a desvalorização do dólar

    Desde o começo do ano, o real já acumula alta de 7,5% em relação à moeda norte-americana

    Fernando Nakagawado CNN Brasil Business

    Em São Paulo

    O Brasil é o país onde o dólar mais perdeu valor em 2022. A moeda norte-americana teve uma desvalorização de 7,5% no país, segundo a Refinitiv. Nesta quarta-feira (16), o dólar caiu mais 0,99%, cotado a R$ 5,129, menor valor desde julho do ano passado.

    Além do Brasil, outros países de natureza exportadora aparecem na lista. No Chile, o dólar se desvalorizou 6%, enquanto na África do Sul ficou com uma desvalorização de 5,8%.

    Por ouro lado, na zona do euro, o dólar se valorizou 0,1%. Assim como no Reino Unido (0,4%) e na Turquia (2,3%).

    Evolução do dólar em 2022 em % / CNN/Reprodução

    O que explica a desvalorização?

    Quatro fatores explicam a valorização do real. O primeiro deles é o aumento na taxa básica de juros que tem sido feito pelo Banco Central (BC) para conter a inflação, esse movimento acaba atraindo dinheiro estrangeiro para o país.

    Em seguida está a expectativa de alta gradual do juro nos Estados Unidos, outro fator que favorece o real. Nesta quarta-feira (16), o banco central dos EUA, o Federal Reserve (Fed), divulgou uma nova ata, mas não realizou mudanças no juro.

    Fatores que influenciam a desvalorização do dólar / CNN/Reprodução

    Outro ponto é o enfraquecimento de pautas políticas com impactos fiscais em Brasília. Observamos discussões mais responsáveis com as contas públicas.

    Por fim, o tema do receio do mercado com as eleições em outubro deste ano. Os investidores estrangeiros se mostram menos preocupados com uma possível troca de governo em 2023.