Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Escritórios do Grupo Suno passam por operação de busca e apreensão

    Em nota, empresa que atua em áreas como pesquisa, gestão de recursos e consultoria para investidores, afirmou que não teve acesso ao processo, portanto, neste momento, não pode dar mais detalhes da ação

    Investigação é relativa a uma suposta manipulação no mercado de fundos imobiliários
    Investigação é relativa a uma suposta manipulação no mercado de fundos imobiliários Nicholas Cappello/Unsplash

    da Reuters

    O Grupo Suno, que atua em áreas como pesquisa, gestão de recursos e consultoria para investidores, confirmou à Reuters que uma operação de busca e apreensão está sendo realizada em seus escritórios na manhã desta terça-feira (14).

    “A empresa não teve acesso ao processo, portanto, neste momento, não pode dar mais detalhes da ação”, afirmou a Suno em nota, na qual também comentou que está “100% segura” sobre sua atuação.

    “Estamos tranquilos e certos de nossa inocência e da idoneidade de todos os nossos analistas e profissionais. Confiamos na atuação da Justiça e que a investigação será concluída com brevidade.”

    Mais cedo, o colunista de O Globo, Lauro Jardim, publicou sobre a operação, afirmando que foi determinada pela 42ª Vara Cível de São Paulo em cinco endereços de três cidades – São Paulo, Porto Alegre e Goiânia – em investigação relativa a uma suposta manipulação no mercado de fundos imobiliários.

    No ano passado, a XP Inc fechou acordo para aquisição de uma participação minoritária estratégica no Grupo Suno, envolvendo a Suno Research, Suno Asset, entre outras frentes de conteúdo, dados e análise sobre o mercado financeiro.