Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Bolsas dos EUA encerram em queda com balanço das varejistas e ações da Visa

    Target registrou lucro por ação no terceiro trimestre de US$ 3,04, aumento de 51,6% contra 2020

    Sinal de Wall Street na bolsa de Nova York
    Sinal de Wall Street na bolsa de Nova York FILEDIMAGE

    Artur Nicocelida CNN*

    São Paulo

    Os principais índices dos Estados Unidos terminaram em queda devido à preocupação dos investidores com aumentos antecipados das taxas de juros pelo FED (Federal Reserve, Banco Central dos Estados Unidos), após balanços financeiros de varejistas norte-americanas.

    O Dow Jones desvalorizou 0,58%, aos 35.931 pontos, o S&P 500 registrou perdas de 0,26%, aos 4.688 pontos e o Nasdaq terminou em baixa de 0,33%, aos 15.921 pontos.

    A taxa de juros do país está entre 0% e 0,25%.

    James Bullard, presidente da unidade regional de St. Louis do Federal Reserve, declarou ontem (16) que prevê uma taxa de juros norte-americana em níveis pré-pandêmicos, mas não deve chegar à 3% ou 4%, ao final do ciclo de normalização monetária.

    Ele já disse ainda esperar que o Fed aumente os juros duas vezes em 2022, após encerrar sua redução na compra de títulos no meio do ano.

    Radar corporativo norte-americano

    A Target registrou lucro por ação no terceiro trimestre de US$ 3,04, um aumento de 51,6% contra o mesmo período de 2020. As vendas da companhia no mesmo período cresceram 12,7%.

    Já a TJX apontou que as vendas líquidas do terceiro trimestre do ano fiscal de 2022 foi de US$ 12,5 bilhões, alta de 24% em relação ao mesmo período de 2021, e um crescimento de 20% contra 2020.

    E a Lowe teve lucro líquido de US$ 1,9 bilhão, sendo US$ 2,73 por ação, no trimestre encerrado em 29 de outubro. Em 2020, a companhia registrou lucro líquido de US$ 692 milhões, o equivalente a US$ 0,91 por papel.

    Mesmo assim, até agora, 81% das empresas S&P 500 que divulgaram resultados superaram as expectativas de Wall Street para o lucro por ação.

    Visa X Amazon

    Outro ponto que pesa especificamente sobre o Dow Jones são as ações da Visa, que fecharam em queda de 4,69%, a US$ 205,08, após a Amazon informar que não vai aceitar mais pagamentos emitidos pela operadora no Reino Unido, por conta das altas taxas cobradas pela bandeira.

    A rede de cartões informou ao The Wall Street Journal que está tomando providências para que os clientes consigam utilizar sua bandeira depois de 19 de janeiro – prazo final estipulado pela gigante da tecnologia.

    Dados de construção

    Outro ponto no radar dos investidores dos EUA são os dados de construção de casas no país, que caiu 0,7% em outubro, se comparado com setembro.

    De acordo com o The Wall Street Journal, as construtoras estão em forte demanda, mas o custo dos materiais está alto e, ao mesmo tempo, existe uma escassez de mão de obra.

    *Com Reuters