Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    EUA avaliam suspender algumas tarifas sobre China para conter inflação

    China também tem argumentado que as reduções de tarifas reduziriam os custos para os consumidores americanos

    Por Kanishka Singh, da Reuters

    A secretária de Comércio dos Estados Unidos, Gina Raimondo, disse neste domingo (5) que o presidente Joe Biden pediu que analise suspender algumas tarifas sobre a China que foram impostas pelo ex-presidente Donald Trump, para combater a atual alta inflação.

    “Estamos analisando isso. Na verdade, o presidente pediu que nós analisemos isso. E estamos no processo de fazer isso e ele terá que tomar essa decisão”, disse Raimondo à CNN, ao ser perguntada se o governo Biden estava avaliando o levantamento de tarifas sobre a China para aliviar a inflação.

    “Existem outros produtos – utensílios domésticos, bicicletas, etc – e pode fazer sentido” pesar o levantamento de tarifas sobre eles, disse ela, acrescentando que o governo decidiu manter algumas das tarifas sobre aço e alumínio para proteger os trabalhadores dos EUA e a indústria siderúrgica.

    Biden disse que está considerando remover algumas tarifas impostas a centenas de bilhões de dólares em produtos chineses por seu antecessor em 2018 e 2019, em meio a uma amarga guerra comercial entre as duas maiores economias do mundo.

    A China também tem argumentado que as reduções de tarifas reduziriam os custos para os consumidores americanos.

    Raimondo também disse que sentiu que a escassez de chips semicondutores provavelmente poderia continuar até 2024.

    “Existe uma solução (para a escassez de chips semicondutores)”, acrescentou. “O Congresso precisa agir. Não sei por que eles estão adiando.”

    Uma proposta visa aumentar a fabricação de semicondutores nos EUA para dar aos país mais competitividade contra a China.