Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Falta apoio na transição para carros elétricos no Brasil, diz presidente da ABVE

    À CNN Rádio, Adalberto Maluf avaliou que a eletrificação do setor automotivo é “uma tendência irreversível”

    Carros elétricos no Brasil crescem com venda de quase 35 mil unidades. (28.nov.2020)
    Carros elétricos no Brasil crescem com venda de quase 35 mil unidades. (28.nov.2020) Foto: Reprodução/CNN

    Amanda Garcia com produção da Bruna Salesda CNN

    O ano de 2021 teve o melhor resultado de vendas de automóveis e comerciais leves eletrificados no Brasil, com quase 35 mil unidades.

    De acordo com o presidente da Associação Brasileira do Veículo Elétrico (ABVE), Adalberto Maluf, a transformação do setor automotivo para elétricos é uma “tendência irreversível”.

    Em entrevista à CNN Rádio, ele lembrou que países como Estados Unidos, China e a União Europeia já têm metas para cumprir e deixar de lado os veículos de motor a combustão.

    Maluf avaliou que o Brasil “tem potencial de fazer a transição dessa indústria” como protagonista, mas fez uma ressalva, dizendo que o país é o único do G20 que não tem política nacional de eletromobilidade.

    “Não temos apoio para a transição”, disse. “O carro elétrico é sobretaxado no Brasil, paga mais imposto do que a combustão, algo que não faz sentido.”

    O presidente da ABVE admitiu que os veículos elétricos são mais caros. Entretanto, ele ponderou: “Eles têm uma bateria que reduz 90% do custo operacional e custa 90% a menos para operar e 50% a menos na manutenção.”

    “O custo total de operação já é vantajoso para quem roda muito, no Brasil foi o setor que mais cresceu, para quem roda mais de 100 quilômetros por dia, já é favorável”, completou.