Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Fitch aumenta nota da Petrobras pela 1ª vez em 15 anos; ações sobem 5% na bolsa

    Alta das ações também reflete a reação dos investidores à nova política de dividendos da Petrobras

    Da CNN

    A  Fitch Ratings aumentou a nota de crédito da Petrobras de “BB-” para “BB”, o primeiro aumento em 15 anos.

    No pregão de hoje, as ações da petroleira operam em alta de 5%, em linha com o desempenho positivo do Ibovespa, que subia 1,4%, por volta das 15h20.

    A decisão da agência seguiu melhora na avaliação de rating soberano do país.

    Na última quarta-feira (26), a agência de classificação de risco Fitch Ratings elevou de “BB-” para “BB” a nota de crédito do Brasil.

    Com isso, o país fica a “dois passos” de atingir o chamado “grau de investimento”, que abarca os países com classificação entre “BBB” e “AAA”, nota máxima, o chamado triple A.

    Após a medida, a Fitch melhorou a nota de um total de 19 empresas brasileiras.

    Segundo Gilberto Gonzalez, a mudanças na avaliação de risco foi motivada pelo desempenho macroeconômico e fiscal do soberano brasileiro melhor do que o esperado em meio aos choques.

    Além disso, as “políticas proativas e reformas” e “a expectativa da Fitch de que o novo governo trabalhará para melhorias adicionais” foram outros fatores destacados pela agência.

    A Fitch ainda aponta para o crescimento resiliente do país e para a política monetária “prudente” como fatores para a avaliação.

    Nova política de dividendos

    A alta das ações nesta segunda-feira (31) reflete, principalmente, a reação dos investidores à nova política de dividendos da Petrobras.

    Também na sexta-feira (28), o conselho de administração da Petrobras informou ao mercado que adotará uma nova política de dividendos. A nova política irá reduzir o valor pago aos acionistas.

    Em fato relevante, a empresa abriu ainda a possibilidade de criação de um programa de recompra de ações.

    Uma das promessas de campanha do governo Lula era justamente alterar a política de dividendos da estatal.

    O petista critica a política adotada pelo ex-presidente Jair Bolsonaro, que fez da Petrobras uma das maiores pagadoras de dividendos do mundo no governo passado.

    De acordo com a nova diretriz, a Petrobras estabeleceu um dividendo trimestral de 45% de seu fluxo de caixa livre — diferença entre fluxo de caixa e investimentos que será destinada a dividendos.

    O número representa uma redução em relação aos atuais 60%, desde que a dívida bruta da empresa esteja abaixo de US$ 65 bilhões, conforme previsto no atual plano estratégico em vigor da estatal.

    No entanto, o valor ainda está acima dos 40% projetados por analistas do mercado.

    “As referências a valores específicos de dívida bruta foram substituídas pela expressão ‘nível máximo de endividamento definido no plano estratégico em vigor’, eliminando a necessidade de atualização da Política numa eventual mudança de referência de endividamento. No plano atual esse valor é de US$ 65 bilhões”, afirma a estatal em comunicado.

    A nova política entrará em vigor imediatamente e será aplicada aos resultados do segundo trimestre de 2023.

    Confira a lista das empresas que tiveram aumento da nota

    Petrobras

    IDR de longo prazo: elevado a BB, com perspectiva estável

    IDR de longo prazo em moeda local: elevado a BB, com perspectiva estável

    Rating nacional de longo prazo: elevado a AAA, com perspectiva estável

    Sênior sem garantia; Rating nacional de longo prazo: elevado a AAA

    Localiza Rent a Car S.A.

    IDR de longo prazo: elevado a BB+, com perspectiva estável

    IDR de longo prazo em moeda local: reiterado em BB+, com perspectiva estável

    Rating Nacional de longo prazo: reiterado em AAA , com perspectiva estável

    Sênior sem garantia; Rating Nacional de longo prazo: reiterado em AAA

    BR Malls Participações S.A.

    IDR de longo prazo: elevado a BB+, com perspectiva estável

    IDR de longo prazo em moeda local: reiterado em BBB-, com perspectiva estável

    Rating nacional de longo prazo: reiterado em AAA, com perspectiva estável

    Sênior sem garantia: Rating nacional de longo prazo: reiterado em AAA

    Energisa Sergipe

    IDR de longo prazo: elevado a BB+, com perspectiva estável

    IDR de longo prazo em moeda local: reiterado em BB+, com perspectiva estável

    Rating nacional de longo prazo: reiterado em AAA, com perspectiva estável

    Sênior sem garantia; Rating nacional de longo prazo: reiterado AAA

    Transmissora Aliança de Energia Elétrica S.A.

    IDR de longo prazo; elevado a BB+, com perspectiva estável

    IDR de longo prazo em moeda local: reiterado em BBB-, com perspectiva estável

    Rating nacional de longo prazo: reiterado AAA, com perspectiva estável

    Sênior sem garantia: rating nacional de longo prazo: reiterado AAA

    Ache Laboratorios Farmaceuticos S.A.

    IDR de longo prazo: elevado a BB+, com perspectiva estável

    IDR de longo prazo em moeda local: reiterado em BBB, com perspectiva estável

    Rating Nacional de longo prazo: reiterado em AAA, com perspectiva estável

    Sênior sem garantia; Rating nacional de longo prazo, reiterado em AAA

    Rede D’Or Finanças

    Sênior sem garantia; Rating de longo prazo: elevado a BB+

    Energisa Paraiba – Distribuidora de Energia S/A;

    IDR de longo prazo: elevado a BB+, com perspectiva estável

    IDR de longo prazo em moeda local; reiterado em BB+, com perspectiva estável

    Rating Nacional de longo prazo: reiterado em AAA, com perspectiva estável

    Sênior sem garantia; Rating nacional de longo prazo: reiterado em AAA

    Transportadora Associada de Gás S.A. – TAG

    IDR de longo prazo: elevado a BB+, com perspectiva estável

    IDR de longo prazo em moeda local: reiterado em BBB-, com perspectiva estável

    Rating Nacional de longo prazo: reiterado em AAA, com perspectiva estável

    Companhia de Gás de São Paulo – COMGAS

    IDR de longo prazo: elevado a BB+, com perspectiva estável

    IDR de longo prazo em moeda local: reiterado em BBB-, com perspectiva estável

    Rating Nacional de longo prazo: reiterado em AAA, com perspectiva estável

    Sênior sem garantia; Rating Nacional de longo prazo: reiterado em AAA

    Engie Brasil Energia S.A.

    IDR de longo prazo: elevado a BB+, com perspectiva estável

    IDR de longo prazo em moeda local: reiterado em BBB-, com perspectiva estável

    Rating nacional de longo prazo: reiterado em AAA, com perspectiva estável

    Sênior sem garantia: Rating nacional de longo prazo: reiterado em AAA

    MRS Logística S.A.

    IDR de longo prazo; elevado em BB+, com perspectiva estável

    IDR de longo prazo em moeda local: reiterado em BBB-, com perspectiva estável

    Rating nacional de longo prazo; reiterado em AAA, com perspectiva estável

    Sênior sem garantia: Rating nacional de longo prazo: reiterado em AAA

    Alupar Investimento S.A.

    IDR de longo prazo: elevado em BB+;, com perspectiva estável

    IDR de longo prazo em moeda local: reiterado em BBB-, com perspectiva estável

    Rating Nacional de longo prazo: reiterado em AAA, com perspectiva estável

    Sênior sem garantia; Rating Nacional de longo prazo: reiterado em AAA

    Rumo S.A.

    IDR de longo prazo: elevado em BB+, com perspectiva estável

    IDR de longo prazo em moeda local: reiterado em BB+, com perspectiva estável

    Rating Nacional de longo prazo: reiterado em AAA, com perspectiva estável

    Sênior sem garantia; Rating Nacional de longo prazo: reiterado em AAA

    Energisa Minas Rio – Distribuidora de Energia S.A

    IDR de longo prazo: elevado em BB+;, com perspectiva estável

    IDR de longo prazo em moeda local: reiterado em BB+;, com perspectiva estável

    Rating Nacional de longo prazo: reiterado em AAA, com perspectiva estável

    Sênior sem garantia; Rating Nacional de longo prazo: reiterado em AAA

    Energisa S.A.; IDR de longo prazo:

    elevado em BB+;, com perspectiva estável

    IDR de longo prazo em moeda local: reiterado em BB+;, com perspectiva estável

    Rating Nacional de longo prazo: reiterado em AAA, com perspectiva estável

    Sênior sem garantia; Rating Nacional de longo prazo: reiterado em AAA

    Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (SABESP)

    IDR de longo prazo: elevado em BB+, com perspectiva estável

    IDR de longo prazo em moeda local: reiterado em BB+, com perspectiva estável

    Rating Nacional de longo prazo: reiterado em AAA, com perspectiva estável

    Sênior sem garantia; Rating Nacional de longo prazo: reiterado em AAA

    CESP – Companhia Energética de São Paulo

    IDR de longo prazo: elevado a BB+, com perspectiva estável

    IDR de longo prazo em moeda local: reiterado em BBB-, com perspectiva estável

    Rating Nacional de longo prazo: reiterado em AAA , com perspectiva estável

    Sênior sem garantia; Rating Nacional de longo prazo: reiterado em AAA

    Globo Comunicação e Participações S.A.

    IDR de longo prazo: elevado a BB+, com perspectiva estável

    IDR de longo prazo em moeda local: reiterado em BBB-; Avaliação Perspectiva Negativa

    Rating Nacional de longo prazo: reiterado em AAA , com perspectiva estável

    Sênior sem garantia; Rating de longo prazo: elevado a BB+

    Rede D’Or São Luiz S.A.

    IDR de longo prazo: elevado a BB+, com perspectiva estável

    IDR de longo prazo em moeda local: reiterado em BBB-, com perspectiva estável

    Rating Nacional de longo prazo: reiterado em AAA , com perspectiva estável

    Sênior sem garantia; Rating Nacional de longo prazo: reiterado em AAA

    Veja também: Fitch eleva para “BB” classificação de risco do Brasil

    *Publicado por Iasmin Paiva, com informações de agência Estado e Reuters