Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Fórum de Desenvolvimento no BNDES debate avanços para o Brasil

    Objetivo é alavancar políticas públicas e investimentos

    Um ponto importante citado pelo presidente do BNDES, foi sobre o debate da segurança jurídica no Brasil
    Um ponto importante citado pelo presidente do BNDES, foi sobre o debate da segurança jurídica no Brasil Fernando Frazão/Agência Brasil

    Rodrigo Monteiroda CNN

    Rio de Janeiro

    O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), realizou nesta segunda-feira (30), o lançamento do Fórum BNDES de Direito e Desenvolvimento, com o objetivo de fomentar o debate público sobre o papel das instituições jurídicas na efetivação do objetivo constitucional do desenvolvimento.

    O evento aconteceu na sede do BNDES, no Rio de Janeiro, e várias autoridades estiveram presente. Entre elas, Luís Roberto Barroso, presidente do STF, a ministra do STJ, Regina Helena Costa e o ex-ministro do Supremo Tribunal Federal, Ricardo Lewandowski.

    O presidente do BNDES, Aloizio Mercadante, abriu a cerimônia destacando o retorno do protagonismo do BNDES, na participação no desenvolvimento do Brasil. “Hoje estamos inaugurando um Fórum permanente, que é uma inovação. Essa casa tem uma larga tradição em formular políticas públicas e debater políticas públicas”.

    “Nós queremos que esse espaço retome o que era feito anos atrás, com plano de metas. O BNDES sempre foi plural e sempre teve um papel destacado, que vinha sendo abandonado e estamos retomando”, destacou Aloizio Mercadante.

    Mercadante falou ainda, sobre os eventos importantes que já foram realizados no BNDES como: Política Industrial, Complexo Industrial da Defesa, Complexo Industrial da Saúde, entre outros.  Além dos eventos sobre audiovisual e sobre a indústria cinematográfica.

    Disse também que em breve, o próximo evento que será realizado vai ser sobre a Inteligência Artificial.

    Outro ponto importante citado pelo presidente do BNDES, foi sobre o debate da segurança jurídica no Brasil. Por isso, foi assinado um acordo com o Conselho Nacional de Justiça (CNJ), para que se tenha um fundo de pesquisas e que se possa entender o quanto pesa nos investimentos, a insegurança jurídica no país.

    Durante o Fórum, o ex-ministro do STF Ricardo Lewandowsky, foi homenageado.

    No começo da tarde, durante os painéis, temas como o papel do Estado frente aos aspectos sociais, ambientais e econômicos da atualidade e a relação entre segurança jurídica e investimentos no Brasil foram debatidos. O Ministro da Justiça, Flávio Dino, era um dos convidados, mas não conseguiu comparecer ao evento.