Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Ganhadores de prêmios da loteria deixam de retirar R$ 491 milhões em 2021

    Valores a receber prescrevem após 90 dias e são repassados pela Caixa para financiamento estudantil

    Fabrício Juliãodo CNN Brasil Business

    em São Paulo

    Vencedores de prêmios da loteria deixaram de ganhar R$ 491 milhões no ano passado. O total acumulado de janeiro a setembro de 2021 superou o valor prescrito de 2020, de R$ 315 milhões, o que representa um crescimento de 110%.

    Os prêmios prescritos são repassados pela Caixa ao FIES (Fundo de Financiamento Estudantil), do governo federal. Os vencedores têm até 90 dias para retirar os valores, antes do dinheiro seguir para o crédito estudantil.

    Vale ressaltar que o valor acumulado em 2021 é referente somente aos três primeiros trimestres do ano. Ao somar os prêmios ainda em aberto que podem ser resgatados em outubro, novembro e dezembro, são adicionados mais R$ 95 milhões.

    Em abril do ano passado, a Caixa repassou para o FIES um prêmio não retirado de R$ 162 milhões, referente à Mega Sena da Virada. O ganhador teve até o dia 31 de março para retirar e não apareceu.

    O Procon de São Paulo chegou a notificar a Caixa para que o banco identificasse o ganhador da Mega da Virada que não foi buscar o prêmio.

    Segundo o órgão, a Caixa tem meios para saber quem ganhou o dinheiro. “A aposta efetuada através de meio eletrônico demanda a realização de cadastro e a indicação de cartão de crédito como meio de pagamento”, diz a nota divulgada pelo órgão de defesa do consumidor.

    “Se é possível a identificação do apostador, a Caixa não pode comodamente aguardar o decurso do prazo e se apropriar do dinheiro”, disse o diretor do Procon, Fernando Capez.

    “Caso o apostador esteja morto, o prêmio pertence aos seus herdeiros. E se a aposta foi feita por meio eletrônico, é dever da instituição financeira informar se não é possível identificar o seu autor”, acrescentou.

    Na ocasião, a Caixa informou que o cadastro efetuado no ambiente virtual serve apenas para verificar se o interessado cumpre os requisitos para apostar em loterias, como CPF válido, maioridade civil e residência em território brasileiro, e não pode ser usado para encontrar ganhadores.

    Para os vencedores retirarem o prêmio, além do bilhete, é preciso apresentar documento de identificação, como o CPF, por exemplo.