Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Há sobra de energia no país e apagão foi “erro técnico”, diz Rui Costa

    Governo deve pedir abertura de investigação das causas do corte de energia à Polícia Federal e à Abin

    Ministro da Casa Civil, Rui Costa, participou da edição desta quarta-feira (16) do "Bom Dia, Ministro"
    Ministro da Casa Civil, Rui Costa, participou da edição desta quarta-feira (16) do "Bom Dia, Ministro" REUTERS/Adriano Machado

    Brenda SilvaGabriela Bernardesda CNN

    Brasília

    O ministro da Casa Civil, Rui Costa, afirmou nesta quarta-feira (16) que o apagão que atingiu todas as regiões do Brasil foi um “erro técnico” porque há sobra de energia no país. A declaração foi durante entrevista ao programa “Bom Dia, Ministro”.

    “Nós estamos com sobra de energia, os reservatórios estão todos cheios. Nós temos hoje um parque eólico e solar gerando muita energia. Então não há razão nem de oferta, nem de demanda, para ter tido esse colapso. Foi erro técnico, falha técnica”, afirmou o ministro.

    De acordo com Rui Costa, não haveria razão para um apagão, já que atualmente não há crise de geração de energia no Brasil. “Precisa identificar o que foi que aconteceu e espero que, no mais rápido possível, nós consigamos dizer a sociedade”, declarou.

    O apagão foi resultado de uma ocorrência na rede de operação do Sistema Interligado Nacional (SIN) que interrompeu 16 mil megawatts (MW) de carga.

    Segundo o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), a interrupção ocorreu devido à abertura da interligação Norte-Sudeste. Entretanto, as causas da ocorrência ainda estão sendo apuradas.

    O ministro de Minas e Energia, Alexandre Silveira, se reúne nesta quarta-feira (16) com a diretoria do ONS e da Empresa de Pesquisa Energética (EPE) para discutir o apagão. Ontem, ele afirmou que iria solicitar à Polícia Federal (PF) e à Agência Brasileira de Inteligência (Abin) uma apuração do caso e de “eventuais dolos”.

    “Primeiro é que é um sistema altamente sensível, é um sistema que requer planejamento, requer total e completo monitoramento. Tenho absoluta convicção que o ONS, até por sua característica técnica, não vai ter condição de dizer textualmente se esses eventos foram eminentemente técnicos, ou se houve também falha humana ou até dolo”, explicou Silveira.

    A energia foi restabelecida em todo o sistema elétrico nacional no final da tarde. A situação já havia sido normalizada nos locais afetados nas regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste ainda pela manhã.

    Veja também: apagão atinge todas as regiões do Brasil