Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    IBGE tem menos de 700 mil inscritos para processo seletivo do Censo 2022

    População tem até o dia 21 de janeiro para se candidatar às 206.891 vagas de trabalho temporário; pessoas inscritas no Cadastro Único do governo federal podem solicitar isenção nas taxas

    Maria Mazzeida CNN

    no Rio de Janeiro

    Após prorrogar para até 21 de janeiro as inscrições para o processo seletivo do Censo Demográfico 2022, de acordo com fontes do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a instituição tem menos de 700 mil inscritos para preencher as 206.891 vagas de trabalho temporário ofertadas.

    Manifestando preocupação com o baixo número de candidatos inscritos, o IBGE também enviou um comunicado à Comissão Consultiva do Censo e convocou uma coletiva de imprensa sobre a seleção para esta segunda-feira (03).

    O objetivo é chamar atenção para o problema e divulgar oficialmente o balanço do número de inscritos até o momento.

    As vagas são para recenseadores (183.021), agente censitário supervisor (18.420) e agente censitário municipal (5.450) em quase todos os 5.297 municípios brasileiros e a preferência é que o candidato more na área para a qual vai se inscrever.

    O Censo Demográfico costuma ocorrer de dez em dez anos.

    A nova edição estava prevista para 2020, mas foi adiada por causa da pandemia de coronavírus. Em 2021, a falta de verba orçamentária por parte do governo federal impediu a realização da contagem da população.

    Os valores para a pesquisa em 2022 foram liberados após o Supremo Tribunal Federal (STF) ser acionado.

    No documento enviado aos integrantes da Comissão Consultiva do Censo, o IBGE demonstrou preocupação com o curto período, entre 15 e 29 de dezembro, para as inscrições dos candidatos – que agora fora prorrogada para 21 de janeiro –, a abertura do processo ser durante as festas de fim de ano, quando muitos possíveis candidatos estão empregados em trabalhos temporários, os dois adiamentos do mesmo processo seletivo e a dificuldade para conseguir devolver as taxas de inscrição desse dois processos anteriores.

    O censo é a principal fonte de dados para entender a população brasileira e essencial, para balizar questões políticas, econômicas e sociais do País.

    Também é a principal fonte de informação para investimentos no setor privado e estudos e pesquisas científicas e em áreas educacionais, sociais e financeiras.

    Sobre o Censo Demográfico de 2022

    Os processos seletivos permitem a solicitação da isenção do pagamento da taxa de inscrição por pessoas inscritas no Cadastro Único para programas sociais do governo federal, o CadÚnico.

    As taxas de inscrição têm o valor de R$ 57,50 para recenseador e de R$ 60,50 para agente censitário supervisor e municipal.

    Após o envio dos dados, a solicitação passará por uma análise da Fundação Getúlio Vargas (FGV), organizadora do concurso. As inscrições podem ser feitas no site do concurso.

    O resultado preliminar dos pedidos de isenção de taxa será no dia 2 de fevereiro, cabendo recursos nos dias 3 e 4 de fevereiro.

    No dia 15 de fevereiro, sai o resultado definitivo.

    Caso o pedido de isenção seja indeferido, o candidato poderá pagar a taxa até o dia 16 de fevereiro.