Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Inflação ao consumidor alemão acelera e sobe 7,9% na comparação anual de agosto

    Em julho, preços ao consumidor (CPI, na sigla em inglês) subiram 7,5%

    Matheus Andrade*, do Estadão Conteúdo

    A taxa de inflação anual da Alemanha acelerou em agosto.

    De acordo com os dados finais divulgados pelo escritório de estatísticas alemão Destatis nesta terça-feira (13), os preços ao consumidor (CPI, na sigla em inglês) subiram 7,9% no ano medido pelos padrões nacionais, em linha com a previsão de economistas em pesquisa do Wall Street Journal. Em julho, o CPI subiu 7,5%.

    Os preços subiram 8,8% no ano pelos padrões harmonizados da União Europeia.

    Mês a mês, os preços ao consumidor subiram 0,3% pelos padrões nacionais e avançaram 0,4% pelos padrões harmonizados da UE, ambos em linha com as previsões de economistas consultados pelo The Wall Street Journal.

    “A principal razão para a alta da inflação ainda são os aumentos de preços de produtos energéticos e alimentos”, afirma Georg Thiel, presidente do Destatis.

    Os preços ligados a energia subiram 35,6% na comparação anual de agosto, apesar das medidas de alívio adotadas pelo governo, incluindo descontos em combustíveis. O aumento dos preços da energia doméstica foi particularmente acentuado (+46,4%), aponta a Destatis.