Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Instant Brands, fabricante de utensílios Pyrex, pede falência nos Estados Unidos

    Empresa disse que planeja continuar operando enquanto se reestrutura e, para esse fim, alinhou US$ 132,5 milhões para financiamento

    NEW YORK - SEPTEMBER 24: A general view of Pyrex's announcement of America's Hottest Culinary Couple at the Battery Garden Restaurant on September 24, 2010 in New York City. (Photo by Ben Hider/Getty Images)
    NEW YORK - SEPTEMBER 24: A general view of Pyrex's announcement of America's Hottest Culinary Couple at the Battery Garden Restaurant on September 24, 2010 in New York City. (Photo by Ben Hider/Getty Images) Ben Hider/Getty Images

    Da CNN

    em São Paulo

    A Instant Brands, fabricante dos utensílios de cozinha Pyrex, entrou com pedido de falência nos Estados Unidos nesta segunda-feira (13) alegando ter dívidas demais para suportar o aumento das taxas de juros e condições de crédito mais rígidas.

    Controlada pela empresa de private equity Cornell Capital LLC, a empresa e 14 afiliadas entraram com pedido de proteção do Capítulo 11, da lei de falências dos Estados Unidos, contra credores junto a tribunal federal de falências no sul do Texas, com até US$ 1 bilhão em ativos e passivos.

    A Instant Brands disse que planeja continuar operando enquanto se reestrutura e, para esse fim, alinhou US$ 132,5 milhões para financiamento. Entidades localizadas fora dos Estados Unidos e do Canadá não estão buscando proteção judicial.

    “O aperto dos termos de crédito e as taxas de juros mais altas afetaram nossos níveis de liquidez e tornaram nossa estrutura de capital insustentável”, disse o presidente-executivo Ben Gadbois em comunicado.

    A empresa com sede em Downers Grove, Illinois, não respondeu imediatamente a um pedido de comentário adicional.

    O portfólio da Instant Brands também inclui produtos como panelas de pressão Instant Pot e Corningware.

    Em janeiro, a Instant Brands concordou em pagar uma multa e mudar suas práticas de marketing para resolver alegações da Comissão Federal de Comércio dos EUA de que anunciava falsamente copos medidores de vidro Pyrex como “Made in USA” enquanto importava alguns deles da China.

    Caso Tupperware

    Em abril, a Tupperware divulgou um aviso de que a companhia poderia falir. Em um documento regulatório, a fabricante de recipientes disse que há “dúvidas substanciais sobre a capacidade da empresa de continuar operando”.

    Na ocasião, a empresa afirmou que não terá dinheiro suficiente para financiar suas operações se não garantir dinheiro adicional. A companhia está explorando possíveis demissões e revisando seu portfólio imobiliário para possíveis esforços de economia de dinheiro.

    O negócio de 77 anos tem lutado para manter sua relevância contra os rivais. Ela vem tentando se livrar de sua imagem séria e atrair clientes mais jovens com produtos novos e modernos. Também fechou um acordo com a Target no ano passado para vender seus produtos.

    *publicado por Pedro Zanatta, da CNN, com informações da Reuters.