Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Japão planeja US$ 170 bi em gastos para aliviar impacto da inflação, diz Kyodo

    Analistas esperam que uma parte do pacote seja financiada por emissão de dívida adicional que aumentará a já enorme dívida pública do Japão

    Plano de gastos, que deve ser finalizado na sexta-feira (27), colocará o Japão no centro das atenções
    Plano de gastos, que deve ser finalizado na sexta-feira (27), colocará o Japão no centro das atenções REUTERS/Edgar Su

    Por Kaori Kaneko e Tetsushi Kajimoto, da Reuters

    O Japão deve gastar US$ 170 bilhões em um novo pacote de estímulo programado para amortecer o impacto econômico do aumento dos custos das matérias-primas, informou a agência de notícias Kyodo, uma medida que elevará a já enorme dívida do país.

    O plano de gastos, que deve ser finalizado na sexta-feira (27), colocará o Japão no centro das atenções depois que a ex-primeira-ministra britânica Liz Truss agitou os mercados ao revelar um programa econômico que custou seu cargo.

    O tamanho total do próximo pacote do Japão, que incluirá gastos estatais de 25,1 trilhões de ienes (US$ 170 bilhões), será de cerca de 67,1 trilhões de ienes, incluindo gastos do governo municipal e gastos corporativos, informou a Kyodo nesta quarta-feira sem citar fontes.

    O escritório do orçamento do Ministério das Finanças não estava imediatamente disponível para comentar a informação.

    Analistas esperam que uma parte do pacote seja financiada por emissão de dívida adicional que aumentará a já enorme dívida pública do Japão, que, com o dobro do tamanho de sua economia, é a maior entre as principais economias.

    Eles disseram que o momento do pacote, depois que os planos fiscais de Truss abalaram os investidores, pode tornar os mercados particularmente sensíveis a quaisquer grandes planos de gastos.