Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Jean Paul Prates deve ser indicado para presidência da Petrobras nesta sexta (30)

    Senador do PT já se manifestou contra a privatização da empresa e a política de Preço de Paridade Internacional (PPI)

    O senador Jean Paul Prates (PT-RN)
    O senador Jean Paul Prates (PT-RN) Reprodução/TV Senado (10.mar.2022)

    Emanuelle Leonesda CNN*

    Em Brasília

    O presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva (PT) deve anunciar a indicação do senador Jean Paul Prates (PT-RN) para a presidência da Petrobras nesta sexta-feira (30), de acordo apuração da CNN junto a fontes do gabinete de transição. A previsão é de que o anúncio aconteça por volta das 10h.

    O provável indicado a presidente da estatal integrou o grupo técnico (GT) de Minas e Energia no gabinete de transição e já se posicionou contrário à privatização da empresa e à política de Preço de Paridade Internacional (PPI).

    “Quem define política de preço de qualquer coisa no país, se vai intervir ou não, se vai ser livre ou não, se vai ser internacional ou não, é o governo. O que a gente tem que desfazer de uma vez por todas é dizer que a Petrobras é quem define política de preços de combustível”, afirmou Jean Paul após uma das primeiras reuniões do GT, no fim de novembro.

    O parlamentar do Rio Grande do Norte foi relator de dois projetos de lei com o objetivo de intervir no preço dos combustíveis e que alteram a tributação do setor. As propostas estão paradas na Câmara dos Deputados.

    Alexandre Silveira (PSD-MG), o futuro ministro de Minas e Energia, já havia afirmado que a indicação de Jean Paul não tem nenhum impedimento legislativo para que o parlamentar assuma o cargo.

    * Sob supervisão de Rudá Moreira