Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    “Maioria substancial” das autoridades do Fed vê aumentos de juros desacelerando

    Documento mostrou que as autoridades estavam amplamente satisfeitas com a ideia de poderem passar a adotar passos menores e mais deliberados nos juros

    Fachada do Federal Reserve, em Washington
    Fachada do Federal Reserve, em Washington REUTERS/Jonathan Ernst

    Reuters

    Uma “maioria substancial” dos formuladores de política monetária na reunião do Federal Reserve no início deste mês concordou que “provavelmente seria apropriado em breve” desacelerar o ritmo das altas das taxas de juros, à medida que o debate se amplia sobre as implicações do forte aperto monetário pelo banco central dos Estados Unidos, mostrou a ata da sessão.

    O documento da reunião de 1º a 2 de novembro, na qual o Fed elevou sua taxa básica de juros em 0,75 ponto percentual pela quarta vez consecutiva, mostrou que as autoridades estavam amplamente satisfeitas com a ideia de poderem passar a adotar passos menores e mais deliberados nos juros à medida que a economia se ajusta ao crédito mais caro.

    “Um ritmo mais lento… permitiria melhor ao Comitê (de Mercado Aberto) avaliar o progresso em direção às suas metas de máximo emprego e estabilidade de preços”, disse a ata, divulgada nesta quarta-feira (23).

    “As defasagens e magnitudes incertas associadas aos efeitos das ações de política monetária sobre a atividade econômica e a inflação estão entre os motivos citados.”