Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Mais fraquezas do setor bancário podem aparecer após crise do First Republic, diz chefe do FMI

    Rápida transição de taxas de juros baixas para muito mais altas desempenhou um papel na descoberta de vulnerabilidades em certos bancos, disse Kristalina Georgieva

    da Reuters

    A diretora-gerente do Fundo Monetário Internacional, Kristalina Georgieva, disse nesta segunda-feira (1.º) que espera que mais fraquezas sejam expostas no setor bancário, apenas algumas horas após o JPMorgan Chase resgatar o First Republic Bank.

    Falando na Conferência Global do Milken Institute de 2023, em Beverly Hills, Califórnia, Georgieva abordou imediatamente o maior tópico do dia: a crise bancária que tem enervado os investidores há semanas.

    Ela disse que a rápida transição de taxas de juros baixas para muito mais altas desempenhou um papel na descoberta de fraquezas em certos bancos e acrescentou que a dor pode não ter acabado.

    “Isso não significa que temos um passe livre”, disse ela. “Isso não significa que não haveria mais vulnerabilidades por vir.”

    Os investidores disseram à margem da conferência que estão preocupados com a possibilidade de mais dramas pela frente, já que os mercados podem ter como alvo outros bancos menores e vulneráveis.

    Georgieva disse que o que chamou a atenção no último resgate foi a rapidez com que os depósitos se afastaram do First Republic, com sede em São Francisco, e disse que a velocidade se deve em parte ao poder das mídias sociais.