Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Mercado eleva previsão para PIB de 2022 e reduz expectativa de inflação de 2023

    Mercado passou a ver inflação de 5,30% ao ano em 2023, ante 5,33% na semana anterior; queda é a segunda seguida, após 19 semanas de alta

    Ligia Tuondo CNN Brasil Business

    São Paulo

    O mercado segue com expectativa de melhora para o cenário econômico de 2022, com previsão de alta de 2,10% no PIB (Produto Interno Bruto) do ano, ante alta de 2,02% na semana anterior. Trata-se da nona alta seguida para o indicador.

    Os números divulgados pelo Banco Central nesta segunda-feira (29) são do Boletim Focus, que reúne semanalmente a projeção de mais de 100 instituições do mercado para os principais indicadores econômicos.

    Para 2023, por outro lado, o mercado reduziu de 0,39% para 0,37% a expectativa de crescimento da economia.

    Inflação

    A expectativa para a inflação do ano, medida pelo IPCA, caiu de 6,82% para 6,70% da semana passada para esta. Trata-se do nono recuo seguido para este indicador.

    Para 2023, o mercado passou a ver inflação de 5,30% ao ano, ante 5,33% na semana anterior. A queda é a segunda seguida, após 19 semanas de alta.

    • Mercado vê alta do IPCA de 6,70% em 2022, ante 6,82% na semana anterior
    • Mercado vê alta do IPCA de 5,30% em 2023, ante 5,33% na semana anterior
    • Mercado vê alta do PIB de 2,10% em 2022, ante 2,02% na semana anterior
    • Mercado vê alta do PIB de 0,37% em 2023, ante 0,39% na semana anterior
    • Mercado mantém previsão para Selic em 13,75% no fim de 2022
    • Mercado mantém previsão para Selic em 11% no fim de 2023

    Para 2022, a meta para o IPCA é de 3,5%, com intervalo de tolerância de 1,5 ponto percentual, podendo ficar entre 2% e 5% neste ano. Para 2023, o centro da meta é de 3,25%, também com margem de tolerância de 1,5 ponto para mais ou menos.