Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Ibovespa fecha em queda com preocupação com economia global e aversão ao risco

    Dólar fecha em alta no pregão, com alta do petróleo e os dados de inflação nos EUA em destaque

    No último pregão, dólar caiu e fechou o dia cotado a R$ 5,0503
    No último pregão, dólar caiu e fechou o dia cotado a R$ 5,0503 Cris Faga/NurPhoto via Getty Images

    Da CNN*

    O Ibovespa fechou em queda nesta sexta-feira (13), com investidores digerindo uma percepção global de piora na economia no pregão após a volta do feriado.

    O desempenho positivo do petróleo e os dados de inflação acima do esperado nos Estados Unidos na véspera foram os principais pontos do dia.

    O principal índice da bolsa recuou 1,11%, aos 115.754 pontos, após os ajustes finais do pregão; na semana, o saldo foi positivo de 1,58%.

    Enquanto o dólar fechou em alta de 0,76%, a R$ 5,08 na venda. No acumulado da semana, a divisa acumulou queda de 1,42%.

    Os preços ao consumidor nos EUA (CPI) subiram 0,4% em setembro, conforme divulgado na última quinta-feira (12), em comparação com previsões de um aumento de 0,3% por economistas consultados pela Reuters. Em uma base anual, o CPI subiu para 3,7%, contra estimativas de 3,6%.

    Por outro lado, o salto de mais de 5% nos preços do petróleo no exterior impulsionou as ações de petrolíferas brasileiras.

    Investidores avaliavam a possibilidade de o conflito no Médio Oriente se agravar à medida que Israel inicia ataques terrestres dentro da Faixa de Gaza.

    O conflito teve pouco impacto no abastecimento global de petróleo e gás, já que Israel não é um grande produtor. Os agentes do mercado, no entanto, avaliam se conflito poderá se agravar e o que isso poderá significar para o abastecimento dos países vizinhos, na principal região produtora de petróleo do mundo

    A divulgação de balanços de grandes bancos dos EUA nesta manhã, como Citi e JPMorgan, também movimentava a sessão.

    No último pregão, na quarta-feira (11), a alta de 0,27% do índice foi impulsionada pela ata da última reunião de política monetária do Federal Reserve (Fed), que mostrou que os dirigentes mantêm posição de cautela para setembro.

    *Com informações de Reuters

    Veja também: Ibovespa cai com repercussão de dados de EUA e China