Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Mesmo sem guerra na Ucrânia, instabilidade econômica deve continuar, diz especialista

    À CNN, Welber Barral explicou que preço do petróleo e das commodities agrícolas acompanham as tensões na região

    Amanda GarciaBruna Salesda CNN

    São Paulo

    Em entrevista à CNN, o ex-secretário de Comércio Exterior e sócio da BMJ Consultores Associados, Welber Barral, avaliou que as instabilidades econômicas devem “se prolongar por muito tempo” devido às tensões entre a Rússia, Ucrânia e países da Otan.

    Ele explicou que, nos últimos dias, já se pode observar oscilações “com impactos nos preços das commodities e gás, já que a Europa é abastecia com o gás russo.”

    “Havia temor de corte no abastecimento, por eventuais sanções aos russos, enquanto a Ucrânia é celeiro para o leste europeu, principalmente trigo, houve especulação com relação a commodities agrícolas, na medida em que a situação arrefeceu, o que vimos foi que as bolsas se recuperaram”, completou.

    Welber disse que “ninguém espera guerra iminente”, mas “a instabilidade política deve continuar”, já que a Rússia “não quer que a Ucrânia participe da Otan” e não deve ceder nessa questão estratégica. “Essa instabilidade, então, deve interferir nas oscilações econômicas.”

    O especialista destaca que qualquer tipo de interrupção do petróleo e gás da Rússia, “afetaria a oferta no mundo e piorando a inflação global. ”A Prefeitura também decretou estado de calamidade pública.

    Fotos – A tensão nas fronteiras da Ucrânia em imagens