Minério de ferro sobe com perspectiva de recuperação da China no 3º trimestre

Contrato de minério mais negociado, para entrega em setembro, encerrou as negociações com alta de 7,1%, a 711 iuanes (US$ 105,27) a tonelada

Contrato de minério para agosto na Bolsa de Singapura subiu 2,2% a US$ 105,40 a tonelada
Contrato de minério para agosto na Bolsa de Singapura subiu 2,2% a US$ 105,40 a tonelada 27/10/2019REUTERS/Stringer

Por Enrico Dela Cruz, da Reuters

Os contratos futuros de minério de ferro dispararam nesta segunda-feira (25), estendendo um rali estimulado pelas esperanças de uma recuperação econômica da China, maior produtora e consumidora de aço do mundo, no terceiro trimestre.

O mercado também foi influenciado pela perspectiva de apoio ao setor imobiliário da China, que enfrenta dificuldades.

O contrato de minério mais negociado, para entrega em setembro, na Dalian Commodity Exchange da China encerrou as negociações com alta de 7,1%, a 711 iuanes (US$ 105,27) a tonelada, depois de atingir 723,50 iuanes mais cedo, o nível mais alto desde 14 de julho.

O contrato de minério para agosto na Bolsa de Singapura subiu 2,2% a US$ 105,40 a tonelada.

A China fará “grandes esforços” para consolidar sua recuperação econômica, particularmente no terceiro trimestre, priorizando a estabilização do emprego e dos preços, informou a mídia estatal na sexta-feira após uma reunião do gabinete.

“O mercado está ansioso pela recuperação da economia no terceiro trimestre”, disseram analistas da Zhongzhou Futures em nota.

O crescimento econômico da China desacelerou acentuadamente no trimestre encerrado em junho, tendo sido duramente atingido pelos lockdowns da Covid-19 que amorteceram a demanda geral e interromperam a atividade.

Os futuros do aço chinês também ampliaram seus ganhos após relatos de que a China planejava criar um fundo imobiliário com valor de até 300 bilhões de iuanes para apoiar mais de uma dúzia de desenvolvedores imobiliários.

O vergalhão na Bolsa de Futuros de Xangai subiu 0,8%, a bobina laminada a quente ganhou 1,6%, e o aço inoxidável avançou 1,2%.