Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Não tem como negociar com Argentina sem pensar em perder dinheiro, diz especialista

    Brasil e Argentina assinaram, na última segunda-feira (23), um acordo de financiamento mútuo de exportações

    Marcello Sapioda CNN

    O estrategista-chefe do Banco Voiter e professor da Insper, Roberto Dumas, disse à CNN nesta terça-feira (24) que não tem como fazer negócios com a Argentina “sem pensar que vai perder dinheiro”. O especialista se refere à criação do meio de financiamento mútuo, anunciado na última segunda (23) pelos presidentes dos respectivos países.

    “Nós estamos falando de um país absolutamente quebrado, com US$ 2 bilhões de reserva internacional. Não tem como pensar que vamos fazer negócios com a Argentina sem considerar que não vamos perder dinheiro, porque eles simplesmente não têm condições de pagar”, analisou.

    O objetivo é que as trocas bilaterais possam ser feitas sem a utilização do dólar. Bancos – públicos e privados – financiariam empresas argentinas que queiram comprar produtos brasileiros com aval do Tesouro brasileiro.

    Em contrapartida, o Brasil pede da Argentina como garantia os recebíveis dos contratos de exportação, por exemplo, de gás natural. Os argentinos são importantes exportadores de gás.

    Esse mecanismo já foi utilizado no Brasil com sucesso no caso de Angola, uma importante exportadora de petróleo, e também de forma mal-sucedida, como Cuba, que forneceu charutos como garantia. As operações seriam avaliadas caso a caso.

    Veja a entrevista completa no vídeo acima.