Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    PIB do primeiro trimestre traz perspectiva positiva para o fim do ano, diz economista

    Segundo Rafaela Vitória, consumo das famílias foi puxado pela demanda reprimida decorrente de setores que ainda não tinham voltado a operar em níveis pré-pandêmicos

    Ludmila Candalda CNN

    em São Paulo

    Em entrevista à CNN nesta quinta-feira (2), a economista-chefe do Inter Rafaela Vitória afirmou que o avanço de 1% da economia brasileira no primeiro trimestre de 2022 deve elevar as projeções para o fim do ano.

    “Tivemos um resultado bastante forte, apesar de ter vindo ligeiramente abaixo das expectativas de mercado… no começo do ano a gente não tinha essa expectativa de uma recuperação mais forte, e ele traz sim uma perspectiva mais positiva para o fim do ano”, disse.

    “Considerando o que a economia já cresceu até agora, ela pode fechar o ano com crescimento bem próximo de 1,5%”, acrescentou.

    A economista também declarou que o resultado do PIB ocorre em decorrência de fatores atípicos, vindos de uma economia ainda em recuperação após o impacto inicial da pandemia da Covid-19.

    “Um dos fatores é a demanda reprimida, pois vários setores não foram liberados ou não estavam operando no mesmo patamar antes da pandemia, como viagens, transporte, lazer… setores que cresceram de maneira significativa nesse trimestre pela abertura da economia”, destacou.

    “Ainda assim, a gente segue com cautela na nossa expectativa daqui para frente, porque parte dos fatores que trouxeram esse desempenho tão positivo nesse trimestre não são recorrentes”, concluiu.

    Texto publicado por Fabricio Julião, do CNN Brasil Business