Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Preço médio da gasolina sobe pela quinta semana e passa dos R$ 5, aponta ANP

    Último boletim da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) mostra que o litro é encontrado no país a uma média de R$ 5,02

    Entre os 27 estados e o Distrito Federal, 16 estão com o preço médio da gasolina acima dos R$ 5
    Entre os 27 estados e o Distrito Federal, 16 estão com o preço médio da gasolina acima dos R$ 5 Marcello Casal Jr/Agência Brasi

    Pauline Almeidada CNN

    no Rio de Janeiro

    O preço da gasolina no Brasil voltou a passar dos R$ 5, marca que não era atingida desde o início de outubro, na quinta semana seguida de aumento.

    O último boletim da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) mostra que o litro é encontrado no país a uma média de R$ 5,02, segundo valores observados entre o dia 6 deste mês de novembro e este sábado (12). Na semana anterior, o preço médio da gasolina foi de R$ 4,98, ou seja, houve uma alta de 0,8%.

    O valor mais barato, de R$ 4,26, é encontrado na capital paulista, enquanto o mais caro, de R$ 7,54, em Presidente Prudente, também no estado de São Paulo.

    Entre os 27 estados e o Distrito Federal, 16 estão com o preço médio da gasolina acima dos R$ 5: Acre, Alagoas, Amazonas, Bahia, Ceará, DF, Goiás, Mato Grosso, Paraná, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rondônia, Roraima, Sergipe e Tocantins. Na semana passada, eram 11.

    O avanço de preço acontece mesmo sem novos aumentos anunciados pela Petrobras. O último aconteceu em setembro. Ainda assim, o mercado vem ajustando valores, por exemplo, como consequência do aumento do etanol anidro, que é acrescentado à gasolina.

    O etanol hidratado também subiu de R$ 3,70 para R$ 3,79 em uma semana, segundo os dados da ANP, com aumento de 2,43%. Já o Gás Natural Veicular (GNV) caiu de R$ 4,87 para R$ 4,81, queda de 1,23%. Neste mês de novembro, entrou em vigor uma diminuição de preço anunciada pela Petrobras para o GNV.

    Os dois tipos de diesel mostram estabilidade. O S500 foi de R$ 6,58 para R$ 6,59, enquanto o S-10 permaneceu em R$ 6,71, de acordo com a ANP.

    Já o Gás Liquefeito de Petróleo subiu 0,5%, indo de R$ 109,86 para R$ 110,42.