Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Preços da gasolina, etanol e diesel sobem na 4ª semana de julho, diz levantamento

    Gasolina subiu 0,22% entre 17 e 23 de julho ante o período de 10 e 16 de julho, para R$ 5,759 o litro

    Avanço da gasolina ocorre após um leve recuo de 0,6% registrado na terceira semana do mês
    Avanço da gasolina ocorre após um leve recuo de 0,6% registrado na terceira semana do mês 08/04/2022REUTERS/Ricardo Moraes

    da Reuters

    Os preços médios de gasolina, etanol e diesel subiram nos postos do Brasil na quarta semana de julho ante a anterior, apontou levantamento da ValeCard, empresa especializada em soluções de gestão de frotas, nesta segunda-feira (24).

    A gasolina subiu 0,22% entre 17 e 23 de julho ante o período de 10 e 16 de julho, para R$ 5,759 o litro, mostrou o estudo, com base em transações realizadas em mais de 25 mil estabelecimentos credenciados em todos os Estados do Brasil.

    O avanço da gasolina ocorre após um leve recuo de 0,6% registrado na terceira semana do mês.

    “O mercado ainda está se ajustando à reoneração de impostos federais sobre a gasolina e à redução do preço da gasolina nas refinarias no início do mês”, disse o Head de inovação e portfólio na ValeCard, Brendon Rodrigues.

    No início do mês, a Petrobras cortou em 5,3% os preços médios da gasolina vendida em suas refinarias, ao mesmo tempo em que houve no país uma reoneração de tributos federais nos combustíveis do país.

    O etanol hidratado, concorrente direto da gasolina nas bombas, subiu 0,64% na quarta semana do mês, para R$ 3,919 o litro, segundo a ValeCard.

    A companhia destacou que os preços no varejo, em teoria, refletem os preços cobrados pelas usinas produtoras de etanol e citou que, segundo dados do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada da Esalq, os preços do etanol hidratado nas usinas de São Paulo apresentaram queda de 18,14% entre 3 e 14 de julho.

    “A redução do preço do etanol nas usinas está compensando a retomada da cobrança do PIS/Cofins no início deste mês. Portanto, a tendência para a próxima semana é de haver pouca oscilação novamente”, disse Rodrigues.

    Já o preço médio do diesel S-10, o tipo mais usado no Brasil, subiu 0,83% nos postos entre os dias 17 e 23 de julho ante a semana anterior, para R$ 5,243 o litro.