Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    CNN Plural

    Projeto Cria da Quebrada vai capacitar jovens negros para o mercado publicitário

    25 jovens negros terão a oportunidade de participar de um curso para redatores e diretores de arte

    Responsáveis pelo projeto Cria de Quebrada, no lançamento em São Paulo, nesta quinta-feira (25)
    Responsáveis pelo projeto Cria de Quebrada, no lançamento em São Paulo, nesta quinta-feira (25) Divulgação

    Talita Amaralda CNN

    São Paulo

    “Tive que resistir muito para chegar onde cheguei. No meu canal no YouTube, sempre questionei as marcas de cosméticos. Não falava só de maquiagem e cabelo, mas cobrava das grandes empresas para que fizessem produtos para pessoas pretas como eu, porque nós pretos também consumimos, queremos estar com roupas legais e bem arrumados”, disse a influenciadora digital Camilla de Lucas, ao contar um pouco da sua trajetória, no lançamento do projeto Cria da Quebrada, que aconteceu nesta quinta-feira (25) em São Paulo.

    A iniciativa é fruto de uma parceria entre as empresas P&G, Grey Brasil, e as instituições Universidade Zumbi dos Palmares e M.Ad School of Ideas para inserir profissionais negros no mercado publicitário.

    O principal objetivo do Cria da Quebrada é capacitar a população negra para compor o mercado criativo da publicidade e propaganda, que ainda é formado por apenas 15% de pessoas negras em cargos estratégicos de diretoria. Ao todo, 25 alunos e ex-alunos da Universidade Zumbi dos Palmares vão participar de um curso de preparação para criativos (redatores e diretores de arte), lecionado pela M.Ad School of Ideas, que é a escola de criatividade mais premiada do mundo.

    “Esse é o começo de uma jornada para impactar e influenciar a indústria da publicidade como um todo. Nosso papel é construir pontes para impactar positivamente a sociedade”, explicou a CEO da Grey, Luciana Rodrigues, lembrando que menos de 20% dos protagonistas da publicidade no Brasil são negros e que esse é um “retrato do racismo estrutural que está por trás da indústria criativa”.

    Para Marc Pritchard, CEO da P&G Global, esse é um momento histórico e de mudanças sistemáticas. “O projeto Cria da Quebrada vai além de educação e mentoria, é uma iniciativa que vai mudar todo um sistema de trabalho e, por consequência, a vida de muitas pessoas”, acrescentou.

    Foi o que ressaltou também, o reitor da Universidade Zumbi dos Palmares, José Vicente.

    A publicidade pode mudar o mundo e fazer o mundo que quiser. Muito do que conhecemos é porque vemos na publicidade, mas a realidade muitas vezes é diferente, principalmente aqui no Brasil. Ser negro no nosso país significa barreiras e limites. Nossa estética foi demonizada e depois disso foi apagada, memo tendo uma população de 56% de negros no Brasil

    José Vicente, reitor da Universidade Zumbi dos Palmares

    José Vicente definiu o momento como de alegria e emoção porque, apesar de ser um projeto para poucos jovens, é uma contribuição que vai deixar um legado para as próximas gerações. “Esses 25 jovens não vão resolver o problema do racismo no Brasil, mas serão como uma chama iluminada e potente. Essa luta não é do movimento negro, mas de toda a sociedade, de todos os seres humanos que têm respeito uns pelos outros”, disse o reitor.

    O CEO da M.Ad School of Ideas, Paulo André, também esteve no evento e explicou que esse vai ser um projeto de educação intensivo, com duração de sete meses e 300 horas de conteúdo. “Estou feliz e muito emocionado com esse projeto. Vamos dar acesso a uma metodologia de qualidade para jovens que talvez não tivessem essa oportunidade e terão a real condição de competir no mercado de trabalho. Nosso objetivo é transformar não só a vida deles, mas a da família e de toda a comunidade onde eles vivem.”

    Camilla de Lucas, que também é embaixadora das marcas do grupo P&G, explica que uma das principais alegrias em participar desse projeto é ver como outros jovens podem se sentir representados e inspirados, tanto no protagonismo, como nos espaços de criatividade do mercado publicitário.

    Fico muito feliz quando as pessoas me param na rua e me falam que se sentiram representados quando me viram nos comerciais. Isso tem muito significado e sei que pode mudar a vida de muitas pessoas

    Camilla de Lucas, influenciadora digital
    A influenciadora digital Camilla de Lucas anuncia o projeto Cria de Quebrada, em São Paulo / Divulgação

    Seleção

    A seleção dos alunos da Universidade Zumbi dos Palmares será realizada pela M.Ad School of Ideas. Os interessados devem se inscrever no site do projeto. Os formulários vão ser analisados pela coordenação da escola.

    As aulas começam em outubro e acontecerão quatro vezes por semana, na Faculdade Zumbi dos Palmares. O laboratório “P&G Pela Criação”, desenvolvido especialmente para o projeto Cria da Quebrada, foi equipado com todas as ferramentas necessárias para a melhor qualificação dos alunos. A empresa patrocinadora também oferecerá ajuda de custo mensal por aluno para transporte e alimentação.

    Além da formação, os estudantes poderão apresentar seu portifólio criado durante o curso, no evento de formatura, que vai contar com a participação de todas as agências que atendem a P&G.