Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Putin alerta para problemas na economia russa caso inflação saia do controle

    Aumento da inflação forçou o banco central a aumentar as taxas de juros para 12% no mês passado

    Putin disse não ver problemas com a volatilidade do rublo
    Putin disse não ver problemas com a volatilidade do rublo 05/09/2023Sputnik/Mikhail Klimentyev/Kremlin via REUTERS

    Da Reuters

    O presidente russo, Vladimir Putin, disse nesta terça-feira (12) que o aumento da inflação forçou o banco central a aumentar as taxas de juros para 12% no mês passado, alertando que a economia da Rússia sofrerá se os aumentos de preços saírem do controle.

    “Em condições de inflação elevada, é praticamente impossível formular planos de negócios”, disse Putin no Fórum Econômico Oriental, em Vladivostok.

    Putin disse não ver problemas com a volatilidade do rublo e que as autoridades têm um conjunto de ferramentas para manter a moeda e os mercados sob controle.

    O rublo atingiu seu nível mais forte em quase seis semanas em relação ao dólar no início das negociações desta terça-feira, impulsionado pelo aumento gradual das vendas de moeda estrangeira pelos exportadores e pelas perspectivas de que o banco central possa aumentar as taxas novamente esta semana.

    Putin disse que o valor do rublo foi afetado, entre outras coisas, pelo fato de os exportadores não converterem alguns lucros em moeda estrangeira em rublos, mas disse que não serão feitos movimentos súbitos em termos de controle de capitais ou outras medidas para limitar a volatilidade.

    Ele disse que o governo não vê necessidade de aumentar os impostos por enquanto. Este ano sua administração impôs um imposto sobre lucros inesperados sobre algumas empresas para aumentar as receitas.

    O Kremlin apelou publicamente por uma política monetária mais restritiva no mês passado, quando o rublo despencou para mais de 100 por dólar, levando o banco central a aumentar os juros em 3,50 pontos percentuais, para 12%, em 15 de agosto, numa reunião de emergência.

    A maioria dos analistas espera outro aumento na sexta-feira, mas alguns importantes banqueiros disseram que uma manutenção é mais provável, especialmente porque o rublo se fortaleceu esta semana.

    Putin disse que o banco central agiu de forma oportuna no mês passado, mas observou que as taxas elevadas restringem os empréstimos e o crescimento econômico.

    “É claro que precisamos influenciar isto, mas se cairmos numa situação que levará a um crescimento incontrolável da inflação, no longo prazo será ainda pior para a economia”, disse Putin.

    Veja também: Brasil, Índia e EUA lançam aliança de biocombustíveis