Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Sanções a instituições financeiras da Rússia forçam bancos dos EUA a se adaptar

    Antes da invasão russa à Ucrânia, instituições financeiras gastaram anos reforçando sistemas de controle e acrescentando recursos de compliance

    Nota de rublo russo sobre nótas de dólar
    Nota de rublo russo sobre nótas de dólar 01/03/2022REUTERS/Dado Ruvic/Ilustração

    Dow Jones Newswires, do Estadão Conteúdo

    Os bancos dos Estados Unidos mostram-se cautelosos em relação às sanções contra a Rússia, a fim de garantir que seja cumprida a crescente lista de exigências, enquanto garantem que pagamentos legais fluam para o país e a Ucrânia.

    Antes da invasão russa à Ucrânia, instituições financeiras gastaram anos reforçando sistemas de controle e acrescentando recursos de compliance, conforme as sanções tornavam-se um instrumento cada vez mais importante da política externa dos EUA.

    Mas o ritmo, o volume e as exigências variadas das sanções e outras restrições impostas após a invasão representam complexos desafios para as instituições financeiras, inclusive para empresas de criptomoedas.

    Os EUA e aliados têm imposto sanções econômicas e comerciais contra a Rússia e Belarus nas últimas semanas, inclusive a bancos russos estatais.

    Os regimes de sanções, porém, variam com relação a quem ou o quê está listado.

    Especialistas dizem que as instituições financeiras precisam também comunicar a importância da compliance entre suas unidades, para evitar riscos à reputação e punições financeiras.