Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Setor de viagens corporativas fatura R$ 3,3 bilhões no 3º tri, aponta associação

    Principal destaque foi o segmento aéreo, responsável por 66% do total da receita do setor no período

    Foto: Leonardo Miranda/Unsplash

    Lucas Janoneda CNN

    no Rio de Janeiro

    O setor de viagens corporativas fechou o terceiro trimestre deste ano com um faturamento de R$ 3,3 bilhões — valor 11,6% maior em relação ao mesmo período de 2019, momento anterior à pandemia de Covid-19.

    Os dados fazem parte do boletim mais recente, divulgado nesta quinta-feira (27), pela Associação Brasileira de Agências de Viagens Corporativas (Abracorp). De acordo com o levantamento, 9 dos 11 setores pesquisados superaram o desempenho quando comparado com 2019.

    O principal destaque foi o segmento aéreo, responsável por 66% do total da receita do setor no período. Na prática, somente os gastos com passagens de avião representaram mais de R$ 2,2 bilhões entre julho e setembro.

    Já os custos com hotéis são responsáveis por mais de 24% da receita do setor de viagens corporativas, com um valor total de R$ 828 milhões no terceiro trimestre do ano. Nos mesmos três meses de 2019, o valor dispendido com acomodações foi de R$ 762 milhões.

    O presidente-executivo da Abracorp, Gervásio Tanabe, aponta a recuperação econômica do país como fator responsável para o bom desempenho do setor de viagens corporativas. Ele destacou o maior controle da inflação brasileira, que causa um barateamento no preço dos serviços de turismo, e a menor taxa de desemprego, que recuou para 8,7% no terceiro trimestre, como pilares do melhor panorama para o segmento.

    “Com a vacinação contra Covid-19 e a melhora do cenário econômico no Brasil, precisamos ressaltar principalmente a recuperação das viagens para o exterior, que estão sendo retomadas com força. Embora alguns destinos ainda estejam com oferta razoavelmente menor, já é possível perceber claramente essa melhora”, disse Tanabe.