Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Sheryl Sandberg anuncia que deixa cargo de COO da Meta, controladora do Facebook

    Executiva não divulgou o motivo de sua saída, que acontecerá no segundo semestre

    Brian FungRishi Iyengardo CNN Business*

    Sheryl Sandberg está deixando o cargo de diretora de operações da Meta, controladora do Facebook, confirmou a empresa nesta quarta-feira (1º).

    Em um post no Facebook, Sandberg não divulgou o motivo de sua saída da empresa, que acontecerá no segundo semestre. Sandberg disse que planeja se concentrar em seu trabalho filantrópico daqui para frente. Ela trabalha na empresa há 14 anos.

    “O debate em torno da mídia social mudou além do reconhecimento desde os primeiros dias. Dizer que nem sempre foi fácil é um eufemismo”, escreveu Sandberg. “Mas deve ser difícil. Os produtos que fabricamos têm um enorme impacto, por isso temos a responsabilidade de construí-los de uma forma que proteja a privacidade e mantenha as pessoas seguras.”

    Em seu próprio post, o cofundador do Facebook, Mark Zuckerberg, agradeceu a Sandberg e acrescentou que não pretende substituí-la, dizendo que não faz mais sentido separar os produtos e as equipes de negócios da Meta organizacionalmente.

    “Acho que a Meta chegou ao ponto em que faz sentido que nossos grupos de produtos e negócios sejam mais integrados, em vez de ter todas as funções de negócios e operações organizadas separadamente de nossos produtos”, disse ele.

    Zuckerberg acrescentou: “Quando Sheryl se juntou a mim em 2008, eu tinha apenas 23 anos e mal sabia nada sobre administrar uma empresa. Construímos um ótimo produto – o site do Facebook – mas ainda não tínhamos um negócio lucrativo e estávamos lutando para fazer a transição de uma pequena startup para uma organização real. Sheryl arquitetou nosso negócio de anúncios, contratou ótimas pessoas, forjou nossa cultura de gerenciamento e me ensinou como administrar uma empresa. Ela criou oportunidades para milhões de pessoas em todo o mundo e ela merece o crédito por muito do que Meta é hoje.”

    Este conteúdo foi criado originalmente em inglês.

    versão original