Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Tempo médio para abrir empresa cai 78% desde 2019, mostra Ministério da Economia

    Em janeiro deste ano, abertura de novos negócios levava, em média, 2 dias e 7 horas; em agosto, tempo foi reduzido para 23 horas

    Ao olhar para a média de todo o ano de 2022 até aqui, a conta vai para 1 dia e 13 horas
    Ao olhar para a média de todo o ano de 2022 até aqui, a conta vai para 1 dia e 13 horas Thomas Lefebvre/Unsplash

    Tamara Nassifdo CNN Brasil Business

    em São Paulo

    O tempo médio gasto para abrir uma empresa no país caiu 78,3% de agosto de 2019 para o mesmo período deste ano. Os dados são do Painel Mapa de Empresas, da Secretaria Especial de Produtividade e Competitividade (Sepec) do Ministério da Economia.

    Segundo o levantamento, em agosto de 2019, o tempo para abrir uma empresa era de 4 dias e 10 horas. Já no mês passado, o mesmo processo era feito em 23 horas.

    Na comparação de janeiro deste ano –quando o tempo médio era de 2 dias e 7 horas– com agosto, a redução foi de 58%.

    Ao olhar para a média do acumulado deste ano até agosto, os dados apontam que a abertura de uma empresa leva 1 dia e 13 horas.

    O movimento de abertura e fechamento de empresas é monitorado desde 2019.

    A agilidade, porém, vem acompanhada de uma desaceleração no número de novos negócios. Foram abertas cerca de 2,73 milhões de empresas de janeiro a agosto deste ano, ante 2,81 milhões no mesmo período de 2021.

    Já os fechamentos de empresas aceleraram no mesmo período de comparação. Enquanto 2021 viu 927 mil negócios encerrarem, 2022 registra 1,14 milhão.