Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Tesouro Direto tem maior número de investidores desde o início da série histórica

    Segundo balanço referente a maio, total de investidores ativos com saldo em aplicações atingiu a marca de 1.974.879; pessoas cadastradas no programa chegam a 18.953.067

    Moedas de um real / dinheiro
    Moedas de um real / dinheiro Getty Images/EyeEm

    Fabrício Juliãodo CNN Brasil Business

    em São Paulo

    O Ministério da Economia divulgou nesta segunda-feira (27) o balanço referente às movimentações do Tesouro Direto de maio de 2022. Segundo a pasta, o total de investidores ativos que atualmente têm saldo em aplicações do programa atingiu a marca de 1.974.879 pessoas — aumento de 39.702 investidores no mês.

    Já os investidores cadastrados no Tesouro Direto, não necessariamente com saldo em conta, passaram a 18.953.067 pessoas, um acréscimo de 561.064 no mês que representa um aumento de 72,39% em relação a maio de 2021.

    O Balanço do Tesouro Direto é divulgado mensalmente desde setembro de 2003. Os valores divulgados são os maiores desde o início da série histórica.

    Foram realizadas 600.121 operações de investimento em títulos do Tesouro Direto em maio deste ano, totalizando mais de R$ 3,90 bilhões. O Ministério informou que as aplicações de até R$ 1 mil representaram 59,99% das operações de investimento no mês, enquanto o valor médio por operação foi de R$ 6.510,26.

    O título mais procurado pelos investidores foi o Tesouro Selic, indexado à taxa básica de juros, que totalizou em vendas R$ 2,20 bilhões e correspondeu a 56,46% do total. Vale ressaltar que a Selic atualmente está em 13,25% ao ano — o maior patamar desde 2016.

    Outros títulos indexados à inflação também estiveram entre as preferências dos investidores, como Tesouro IPCA+ e Tesouro IPCA+ com Juros Semestrais, que somaram R$ 1,28 milhão e corresponderam a 32,68% das vendas.

    Já os títulos prefixados (Tesouro Prefixado e Tesouro Prefixado com Juros Semestrais) totalizaram R$ 424,34 milhões em vendas, ou 10,86% do total.

    A maioria dos títulos comprados tinha vencimento entre 1 e 5 anos, representando 79,99% do total. Aplicações em títulos com vencimento acima de 10 anos vieram em seguida, representaram 17,94%, enquanto os títulos com vencimento de 5 a 10 anos corresponderam 2,06% do total.