Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Toyota leva híbrido flex brasileiro para Índia

    Índia, que é um grande produtor de açúcar, deseja aumentar seu uso de etanol como no Brasil

    Toyota lançou em 2019 o Corolla híbrido flex, que roda com gasolina, etanol e bateria
    Toyota lançou em 2019 o Corolla híbrido flex, que roda com gasolina, etanol e bateria Divulgação/ Toyota

    Por Tanvi Mehta e Aditi Shah, da Reuters

    A Toyota apresentou nesta terça-feira (11) na Índia um sedã híbrido flex produzido no Brasil, dando início a um projeto-piloto em um mercado onde o governo está pressionando montadoras de veículos a reduzirem as emissões de poluentes de seus produtos.

    A Toyota lançou em 2019 o Corolla híbrido flex, que roda com gasolina, etanol e bateria, no Brasil e há meses defende uma estratégia de exportar a tecnologia para outros mercados como forma de ampliar escala e reduzir custos.

    A Índia é um dos maiores produtores de cana-de-açúcar do mundo e a proporção de etanol no combustível é de cerca de 10%, podendo avançar, segundo a indústria de autopeças no Brasil.

    Embora a adoção de veículos elétricos esteja crescendo em ritmo lento na Índia, o ministro dos Transportes rodoviários quer que as montadoras desenvolvam motores flex que usarão etanol produzido localmente como combustível dominante, reduzindo a dependência da gasolina importada.

    O projeto-piloto da empresa aumentará a independência energética da Índia, em linha com a meta do governo de autossuficiência em energia até 2047, disse o vice-presidente da Toyota Kirloskar, Vikram Kirloskar, no lançamento em Nova Délhi.

    A Índia, que é um grande produtor de açúcar, deseja aumentar seu uso de etanol como no Brasil.

    O objetivo da iniciativa é ver como o carro funciona na Índia e aumentar a conscientização sobre a tecnologia.