Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Veja as ações mais recomendadas por bancos e corretoras para o mês de outubro

    Vale é novamente a empresa com a ação mais recomendada, seguida pelos ativos do Itaú Unibanco e Assaí

    Bolsa brasileira, B3
    Bolsa brasileira, B3 Cris Faga/NurPhoto via Getty Images

    Fabrício Juliãodo CNN Brasil Business

    em São Paulo

    A composição da carteira de ações recomendadas para outubro do CNN Brasil Business contou com as indicações de alguns dos principais bancos e corretoras de investimentos do Brasil. São eles: Inter, XP, Banco do Brasil, Órama, Guide, Santander, Warren, Ativa, Terra, ModalMais, CM Capital e Guide.

    A Vale seguiu mais uma vez como a ação mais recomendada, com nove sugestões no total. O ativo da mineradora VALE3 foi seguido pelo ITUB4, do Itaú Unibanco, que teve sete recomendações, e pelo ASAI3, da atacadista Assaí, com cinco indicações.

    Destaques para o mês

    Saiba o que os analistas comentaram sobre os três papéis mais indicados para outubro:

    Vale

    Ação: VALE3

    Comentário: Santander

    “Acreditamos que a Vale está bem posicionada dentro da indústria global de minério de ferro, sua divisão mais importante. Esperamos que a demanda por minério de ferro de alta qualidade continue decente no curto prazo, beneficiando a empresa devido ao incremento do projeto S11D (localizado no município de Canaã dos Carajás, no sudeste do Pará), que aumentou a oferta da commodity de maior qualidade da companhia.

    Apesar do recente solavanco do minério de ferro no mercado internacional, mantemos nossa visão positiva sobre os preços da commodity a médio prazo, pois a nossa tese é orientada pela restrição de oferta, uma vez que os persistentes desafios de suprimento (por exemplo, ramp-up da Vale, ESG em destaque, falta de novos projetos, entre outros) devem sustentar os preços do minério de ferro acima de US$100/t por mais tempo”.

    Itaú Unibanco

    Ação: ITUB4

    Comentário: XP

    “Em setembro, as ações do Itaú Unibanco (ITUB4) subiram novamente, completando o terceiro mês seguido de alta. Em setembro, as ações apresentaram uma valorização de 6,7%, acima do IBOV e IFNC (-1,0% e +1,9% no mesmo período, respectivamente). Atribuímos esta performance aos fortes resultados reportados ao longo do ano, que culminaram com a revisão para cima do guidance para o ano.

    Ademais, enxergamos os seguintes diferenciais: i) vemos o Itaú com índice de cobertura bastante saudável (e acima da média histórica) enquanto mantém as taxas de inadimplência sob controle; ii) possui uma boa exposição das linhas de crédito ao consumo, que possuem rápido crescimento; iii) sólido histórico de M&As e parcerias; iv) valuation atrativo. Temos uma recomendação de Compra e preço-alvo de R$ 31,0/ação para o final de 2022”.

    Assaí

    Ação: ASAI3

    Comentário: Guide

    “O Assaí apresentou CAGR de 21% entre 2016 e 2021, e possui perspectivas positivas, como a abertura de 12 novas lojas orgânicas em 2022 e a conversão das lojas Extra-Hiper adquiridas do GPA, com a previsão de entrega de 40 lojas para o segundo semestre deste ano. O grupo reportou um resultado sólido no 2º trimestre de 2022, apresentando um forte crescimento de receita líquida de 32,8% e SSS de 14,7%, o que reflete principalmente a maior procura pelo canal de Atacarejo em virtude do cenário macroeconômico desafiador, além do retorno dos clientes B2B, bom desempenho de vendas em datas comemorativas e forte contribuição da expansão orgânica nos últimos 12 meses, com abertura de 32 novas lojas.

    Foi observado notável ganho de marketshare, e bom controle de despesas, além de uma melhora de margem Ebitda, diferentemente dos concorrentes, mostrando sua eficiência operacional superior. O lucro líquido alcançou R$ 319 milhões, 21% superior ao 2T21, com margem líquida de 2,4%. No primeiro semestre, o lucro líquido totalizou R$ 533 milhões diante da alta alavancagem operacional que compensa, em grande parte, o contexto de juros elevados”.