Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Vendas de veículos elétricos até outubro superam total de 2021, diz associação

    Nos dez primeiros meses deste ano, foram vendidos 38.663 veículos leves eletrificados, superando em 10,5% os 34.990 de todo o ano passado

    No total, o Brasil já tem uma frota de veículos leves 100% elétricos a bateria de 11.658 unidades até outubro
    No total, o Brasil já tem uma frota de veículos leves 100% elétricos a bateria de 11.658 unidades até outubro Foto: Reuters/Vincent Kessler

    Pedro Zanattado CNN Brasil Business

    em São Paulo

    As vendas de veículos leves eletrificados no Brasil, nos dez primeiros meses de 2022, alcançaram um total de 38.663 veículos, superando em 10,5% os 34.990 de todo o ano passado.

    Em outubro, as vendas tiveram o terceiro melhor mês da série histórica elaborada pela Associação Brasileira do Veículo Elétrico (Abve), com 4.460 unidades emplacadas.

    Com o resultado, a associação projeta que o mercado brasileiro de eletrificados deverá fechar o ano com vendas totais entre 44 mil e 46 mil, o que representa crescimento em torno de 25% a 31% em relação a 2021.

    Outro destaque foram as vendas dos veículos 100% elétricos a bateria (BEV). O segmento chegou a 6.831 unidades emplacadas de janeiro a outubro de 2022 – um aumento de 41,5% sobre o total de veículos BEV de toda a série histórica, de 2012 a 2021 (4.827).

    No total, o Brasil já tem uma frota de veículos leves 100% elétricos a bateria de 11.658 unidades até outubro.

    Segundo o presidente da ABVE, Adalberto Maluf, esse crescimento reflete a maior confiança dos compradores na diversidade de produtos oferecida pelo mercado e nos investimentos em infraestrutura de recarga pública e semipública.

    “Diferentemente da percepção em contrário, o Brasil está avançando, sim, em infraestrutura pública de recarga de veículos elétricos”, disse Maluf.

    De acordo com a associação, o Brasil já tem mais de 2.800 eletropostos públicos e semipúblicos em operação, sem contar a rede de recarga privada das concessionárias de veículos elétricos.

    “Deveremos chegar a mais de 3 mil eletropostos públicos e semipúblicos até o final de 2022. E, segundo estimativa dos associados da ABVE, atingiremos a marca de 10 mil em três anos. O fato é que a infraestrutura de recarga está acompanhando a evolução do mercado de veículos elétricos plug-in no Brasil”, concluiu o porta-voz.