Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Zoox, da Amazon, testa táxi-robô em via pública dos EUA com funcionários como passageiros

    Teste fez parte do lançamento de um serviço de transporte gratuito para funcionários que também ajudará a empresa a refinar sua tecnologia

    Amazon, que vem se expandindo agressivamente para a tecnologia de direção autônoma, comprou a Zoox por US$ 1,3 bilhão em 2020
    Amazon, que vem se expandindo agressivamente para a tecnologia de direção autônoma, comprou a Zoox por US$ 1,3 bilhão em 2020 Foto: Zoox/Divulgação

    Por Abhirup Roy, da Reuters

    A unidade de veículos autônomos da Amazon, Zoox, disse nesta segunda-feira (13) que testou com sucesso um táxi-robô com funcionários como passageiros em uma via pública em um movimento para aproximá-lo do serviço comercial para o público em geral.

    O teste de 11 de fevereiro, realizado entre dois prédios da Zoox a 1,6 quilômetro de distância em sua sede em Foster City, Califórnia, fez parte do lançamento de um serviço de transporte gratuito para funcionários que também ajudará a empresa a refinar sua tecnologia.

    “Colocar o veículo em uma via pública aberta e validar nossa abordagem para todos os diferentes requisitos, incluindo regulamentares, é um grande passo e não o teríamos feito a menos que internamente já estivéssemos olhando o início da operação do negócio”, disse o presidente-executivo, Aicha Evans, a jornalistas em teleconferência.

    Evans se recusou a fornecer um cronograma para o lançamento comercial, que precisará de autorizações adicionais do governo.

    O táxi-robô da Zoox – construído como um veículo totalmente autônomo a partir do zero, em vez de adaptar carros existentes para direção autônoma – vem sem volante ou pedais e tem espaço para quatro passageiros, com dois de frente para os outros dois.

    A Amazon, que vem se expandindo agressivamente para a tecnologia de direção autônoma, comprou a Zoox por US$ 1,3 bilhão em 2020.

    O chefe de tecnologia da Zoox, Jesse Levinson, disse que a empresa tem sido prudente em relação ao seu crescimento, mas ainda está no caminho de atingir 2.500 funcionários em 2023, contra pouco menos de 2 mil no início deste ano.