Museu do Louvre reabre após saída de funcionários por medo do coronavírus


05 de março de 2020 às 08:28
Museu do Louvre, em Paris

Museu do Louvre, em Paris, se considera o mais visitado do mundo, com cerca de 10 milhões de visitantes por ano

Crédito: Reprodução/Reuters (4.mar.2020)

"O Museu do Louvre está aberto”, informou a instituição em seu site. O famoso ponto turístico de Paris ficou fechado por três dias depois que cerca de 300 funcionários deixaram o espaço por medo de contrair o novo coronavírus de visitantes.

A legislação francesa permite que trabalhadores deixem o local de trabalho se sentirem que há um perigo iminente à saúde ou segurança deles. No domingo (1º), funcionários exerceram o direito de ficar em casa. 

Um representante do sindicato Confederação Geral do Trabalho (CGT) disse que todos os colaboradores receberam unidades de gel bactericida e foram advertidos a manter distância dos visitantes. Além disso, os funcionários que atuam na bilheteria do museu deixarão de aceitar dinheiro. 

O Museu do Louvre, o mais visitado do mundo - com cerca de 10 milhões de visitas por ano -, apresentou, na quarta (5), um plano focado na prevenção do novo coronavírus no local.

O surto da doença, originada na China, se espalhou para mais de 70 países e já matou 3,2 mil pessoas no mundo todo. Na França, até o momento, são 4 mortos e mais de 200 casos confirmados de COVID-19.