Albert Uderzo, cocriador de ‘Asterix e Obelix’, morre aos 92 anos

Família informou que o artista morreu enquanto dormia, ‘após sofrer um ataque do coração sem ligação com o novo coronavírus’

Reuters
24 de março de 2020 às 08:00 | Atualizado 24 de março de 2020 às 14:28

Albert Uderzo, co-criador das aventuras de Asterix e Obelix, morreu aos 92 anos

Foto: Yves Herman - 22.set.2005/ Reuters

Albert Uderzo, ilustrador e cocriador da série de revista em quadrinhos Asterix e Obelix, morreu nesta terça-feira (24), aos 92 anos, informou sua família.

“Morreu enquanto dormia em sua casa em Neuilly (oeste de Paris), após sofrer um ataque do coração sem ligação com o novo coronavírus. Ele estava muito cansado nas últimas semanas”, disse o genro do artista, Bernard de Choisy, à agência France-Presse.

Uderzo e Rene Goscinny são conhecidos como os “pais” da série francesa de revista em quadrinhos sobre um pequeno vilarejo de gauleses, que é defendido da invasão romana.

No início, Albert Uderzo foi o ilustrador da obra escrita por Goscinny, que morreu em 1977. Após a morte do colega, Uderzo escreveu e ilustrou a série até se aposentar, em 2009.

Asterix, o herói de bigode que diverte gerações de leitores ao explorar poções mágicas ao lado de Obelix desde 1959, se tornou um sucesso da indústria editorial, com mais de 370 milhões de revistas vendidas no mundo todo.