Lenda do folk e country, John Prine morre aos 73 anos com sintomas de COVID-19

Bob Dylan, Johnny Cash e Roger Waters estão entre músicos que declararam ter a obra do músico como inspiração

Da CNN, em São Paulo*
08 de abril de 2020 às 01:08 | Atualizado 08 de abril de 2020 às 02:14
Músico John Prine, que morreu em abril de 2020, aos 73 anos
Foto: Facebbok/ Reprodução

Considerado uma lenda dos gêneros folk e country, o cantor americano John Prine morreu nesta terça-feira (7) aos 73 anos, em Nashville. Segundo a família, Prine tinha sintomas do novo coronavírus (COVID-19) e estava internado desde 26 de março.

"Clay Pigeons", "Sam Stone", "Angel From Montgomery" e "Long Monday" estão entre algumas de suas músicas de maior sucesso nos cerca de 50 anos de carreira, iniciados nos anos 1970. 

Até ser diagnosticado com a doença, o artista demonstrava boas condições físicas e promoveu turnês com mais de 70 anos. Em sua vida, Prine ganhou vários prêmios Grammy e sobreviveu a um câncer severo no pescoço. 

Entre fãs declarados de Prine se destacaram Bob Dylan, Johnny Cash e Roger Waters. Todos eles já declararam ter a obra do cantor como inspiração.

* Com Reuters