Camila Coutinho aproveita quarentena para se conectar com seu público

O Garotas Estúpidas Festival buscou levar para os leitores da revista digital de mesmo nome conteúdos relevantes

Da CNN, em São Paulo
15 de maio de 2020 às 23:37

“Em casa, porém no rolê!” É com essa temática que a influencer a empresária Camila Coutinho inovou e promoveu, em março, o Garotas Estúpidas Festival, que buscou levar para os leitores da revista digital de mesmo nome conteúdos relevantes para seu público.

O festival contou com apresentação musical de Silva, apresentação de Mônica Martelli, curso de mindfulness e curso de culinária com Bela Gil. Em entrevista para a CNN, Camila explicou que está utilizando o momento de pandemia para repensar hábitos e maneiras de se conectar com opúblico.

“Eu e minha equipe demos um passo para trás quando se iniciou a quarentena para sentir o momento e logo sentimos a vontade de inovar. Foi então que criamos um festival de lives, o GE Festival. Ideia foi trazer para minha audiência tudo aquilo que eles não podiam usufruir no momento”, disse.

Camila diz que o momento está sendo de aprender a utilizar novas ferramentas para criar e formar novos hábitos e que passada a euforia da criação de conteúdo do início da pandemia, disse estar produzindo conteúdos que fazem mais sentido a seu público.

“Houve uma euforia para a criação de conteúdo no início da pandemia, estavam todos criando a todos os momentos, mas agora estamos em um segundo momento de saturação, onde precisamos tomar um respiro. Precisamos entender o que o público quer e desenvolver empatia.”

Camila foi a primeira influenciadora brasileira a participar de um TEDx em Palo Alto College, no Texas, nos Estados Unidos, em 2019. Sob a temática "Dare to be independent", falou sobre independência feminina. Inovou ao criar um talk show próprio e entrevistar mulheres importantes do cenário nacional. 

Já o projeto Stupid Talks recebeu Preta Gil, Alice Wegmann, Patricia Bonaldi e Kéfera Buchmann. Aos 32 anos, em 2020 Camila foi eleita uma das mulheres mais poderosas do Brasil pela revista Forbes e uma das mulheres brasileiras mais influentes atualmente pela revista "Pequenas Empresas, Grandes Negócios".