Péricles comenta adaptação a lives e cena para músicos com reabertura gradual

"Nunca vivemos nada igual. É uma experiência nova para todos nós", diz o cantor sobre a transição dos shows ao vivo para as lives

Da CNN, em São Paulo
18 de julho de 2020 às 16:24

O músico Péricles falou à CNN sobre a nova realidade dos cantores por conta da quarentena e isolamento social, fazendo apresentações por lives na internet. O cantor, que tem apresentação virtual marcada para 1º de agosto, analisa o cenário para os músicos na pandemia.

"Realmente é um período que nunca vivemos nada igual. É uma experiência nova para todos nós e acredito que todos vamos sair melhores. Nesse momento de pandemia é uma grande saída para que a gente possa levar a cultura, o nosso som, boas mensagens às pessoas que estão presas dentro de casa", comenta.

Acostumado a se apresentar para multidões presencialmente, ele relata como foi a adaptação. "A energia do ao vivo é algo imbatível, e a gente tem que todo dia se reinventar. Nós com as lives imaginamos isso. A primeira foi mais difícil, a partir da segunda fomos nos acostumando, entendendo como funciona o processo."

A segurança é colocada em primeiro lugar. "Todas as lives faço da minha casa, não saio para nada. Uma equipe bem reduzida, 20% vem trabalhar. São 10 pessoas ao todo, entre banda e o pessoal que transmite", explica.

Péricles fala também sobre a reabertura gradual. "Com a volta, mesmo que gradativa, a gente vê alguma esperança. O músico do barzinho, mesmo que não como antes, pode levar o trabalho à frente".