Cerimônia de premiação do Emmy 2020 será virtual


Reuters
30 de julho de 2020 às 10:46
Don Roy posa com Emmy recebido em 2019

Don Roy posa com Emmy recebido em 2019 por direção de "Saturday Night Live"; para a edição de 2020, ainda não se sabe como as estatuetas serão entregues

Foto: Monica Almeida - 22.set.2019 / Reuters

A cerimônia de premiação do Emmy 2020, no dia 20 setembro, também sofreu o impacto da pandemia do novo coronavírus. 

A revista Variety informou nessa quarta-feira (29) que o apresentador Jimmy Kimmel e os produtores da transmissão escreveram para os indicados ao Emmy confirmando que não haverá um encontro tradicional em Los Angeles para celebrar os destaques da televisão.

"Como você provavelmente adivinhou, não vamos pedir para você vir ao Microsoft Theater no centro de Los Angeles em 20 de setembro. Este ano, ainda será a maior noite do setor de TV, mas vamos até você", diz a carta, obtida pela Variety.

Assista e leia também:

Saiba onde assistir às séries indicadas ao Emmy 2020

Watchmen concorre a 26 prêmios no Emmy; veja indicados às principais categorias

Emmy é confirmado para setembro com Jimmy Kimmel como apresentador

De acordo com a publicação, os produtores planejam filmar os indicados em casa ou em outro local de sua escolha.

"Então, o que você está vestindo? Nosso tema informal para a noite é 'venha como está, mas faça um esforço'. Se você desejar estar com roupa formal, vamos adorar, mas se você estiver no Reino Unido e for 3h da manhã, talvez queira estar de pijama e gravar da sua cama", acrescenta a carta.

A nota não dá detalhes sobre o formato do programa, que normalmente é transmitido ao vivo diante de um público de celebridades.

A emissora ABC, que exibirá o programa, disse na quarta-feira que os produtores entraram em contato com os indicados e os planos ainda estão sendo elaborados.