Corpo do cantor Paulinho, do Roupa Nova, será cremado em cerimônia restrita

Medida atende a desejo do artista, além de evitar aglomeração

Camille Couto e Thayana Araújo Da CNN, no Rio de Janeiro
15 de dezembro de 2020 às 15:30 | Atualizado 15 de dezembro de 2020 às 17:16


 

O corpo do cantor Paulinho será cremado nesta quarta-feira (16), no Cemitério São Francisco Xavier, bairro do Caju, zona norte do Rio de Janeiro. Segundo a assessoria de imprensa do grupo Roupa Nova, o velório será restrito a familiares, para evitar aglomeração, e conforme desejo do artista. 

Em nota, a banda agradeceu a todos os fãs, familiares, amigos e artistas pelo carinho que estão recebendo. “Certos de que a passagem do Paulinho foi/será de muita luz. Continuem mandando bons pensamentos para que ele tenha um descanso em paz.” 

Leia e assista também

As cinco músicas do Roupa Nova que os brasileiros sabem de cor

Em 40 anos, Roupa Nova embalou trilhas de dezenas de novelas; relembre algumas

Paulo César Santos, conhecido pelos fãs como Paulinho, morreu na noite desta segunda-feira vítima de complicações causadas pela Covid-19. Paulinho, que tinha 68 anos, foi internado no mês passado após contrair a doença, enquanto ainda se recuperava de um transplante de medula óssea.

Há dois dias, o cantor apresentou melhoras e deixou a UTI para covid. Mas seguiu internado em observação. Nesta segunda-feira (14), ele apresentou uma piora no quadro clínico e foi novamente internado na UTI do hospital Copa D’or, na zona sul da cidade carioca. Horas depois, sofreu uma parada cardiorrespiratória e não resistiu. 

Paulinho fez novos exames de Covid-19 e apresentou negativo para vírus. Mas precisa seguir internado

Foto: Reprodução/Instagram

O grupo Roupa Nova completou 40 anos de carreira esse ano e para comemorar a data iria gravar um DVD ao vivo. Mas por causa da pandemia, a gravação foi adiada para o ano que vem. A banda carioca surgiu nos anos de 1980 e coleciona sucessos, como temas de novela e trilhas sonoras.