Equipe olímpica dos EUA pede adiamento da Olimpíada 2020 em razão do coronavírus

Atletas alegam que treinos foram seriamente impactados ou interrompidos por causa das restrições impostas com o objetivo de frear a disseminação da doença

24 de março de 2020 às 08:02 | Atualizado 24 de março de 2020 às 09:35

Jogos Olímpicos de Tóquio, marcados para ocorrer de 24 de julho a 9 de agosto, estão ameaçados pela pandemia do novo coronavírus

Foto: Issei Kato - 23.mar.2020/ Reuters

O Comitê Olímpico e Paralímpico dos Estados Unidos solicitou que a Olimpíada de Tóquio 2020 seja adiada, em razão da pandemia do novo coronavírus pelo mundo.

O grupo afirmou que fez uma pesquisa com cerca de 4 mil atletas durante o fim de semana e 65% deles alegaram que seus treinos foram seriamente impactados ou interrompidos por completo por causa das restrições impostas com o objetivo de frear a disseminação da COVID-19.

Dentre os atletas questionados, 93% deles disseram que preferem o adiamento ao cancelamento da competição. 

Ainda que as preocupações com a saúde possam diminuir até o início do evento, as interrupções na rotina de treinamentos, o controle de doping e o processo de classificação não podem ser conduzidos de maneira satisfatória na atuação situação, explicaram os membros do comitê norte-americano.

Leia também:

Premiê japonês admite chance de adiar Olimpíada

COI admite pela primeira vez possibilidade de adiar Olimpíada de Tóquio 2020

“Com isso, está mais claro do que nunca que o caminho para o adiamento é o mais promissor”, disseram a líder do conselho do comitê, Susanne Lyons, e a diretora-geral do grupo, Sarah Hirshland, em um comunicado.

“Incentivamos o Comitê Olímpico Internacional (COI) a tomar todas as medidas para garantir que os Jogos possam ser realizados de forma segura e justa para todos os competidores”, informa a nota.

Possível adiamento

Mais cedo na segunda, Dick Pound, membro mais antigo do COI, disse acreditar que o órgão adiará a Olimpíada de Tóquio e a realizará em 2021.

O comunicado do comitê norte-americano foi divulgado depois que o Canadá e a Austrália disseram que não vão enviar seus atletas aos Jogos Olímpicos deste ano, marcados para ocorrer de 24 de julho a 9 de agosto. O motivo é a pandemia do novo coronavírus.