Clubes da capital paulista podem retomar preparação a partir do dia 22

Na próxima semana, times poderão realizar testes clínicos, físicos e fisiológicos em seus jogadores de maneira individual

Iara Oliveira, da CNN, em São Paulo
19 de junho de 2020 às 18:05 | Atualizado 19 de junho de 2020 às 18:15
Com autorização do governo de SP, FPF anunciou a retomada gradual de treinos na capital na próxima segunda-feira (22) 
Foto: Rogério Galasse/Futura/Estadão Conteúdo

A Federação Paulista de Futebol (FPF) informou nesta sexta-feira (19) que realizou algumas modificações no Protocolo de Retomada Gradual aos Treinos do Campeonato Paulista e encaminhou o documento ao Governo do Estado de São Paulo.

Assim, a FPF e os clubes receberam com grande satisfação o anúncio do governo de São Paulo de que os times poderão se preparar, entre 22 e 30 de junho, de maneira adequada, realizando testes clínicos, físicos e fisiológicos, de forma individualizada.

Leia também: 

Ferj avalia adiar jogos do Fluminense e Botafogo no Campeonato Carioca

Ronaldo diz que retorno do futebol brasileiro é prematuro

No Brasil, o futebol foi paralisado em março. Desde então, os atletas realizam os treinos via videoconferência de suas próprias residências. Dessa forma, os clubes reivindicam uma retomada gradual que permita a readaptação física dos profissionais que dependem da excelência na condição física para exercer o ofício.

Segundo o comunicado, todos os profissionais serão submetidos aos testes de Covid-19, farão uso obrigatório de EPI's (equipamentos de proteção) e os ambientes passarão por processos de higienização mediante o protocolo do Centro de Contingência do Governo de São Paulo.

Descontentamento 

Depois do anúncio oficial feito pelo governador João Doria na última quarta (17), em que autorizou os times paulistas da primeira divisão a retomarem os treinamentos em seus CTs a partir do dia 1º de julho, a Federação Paulista de Futebol convocou uma reunião virtual que seria realizada na tarde da última quinta-feira (18) com os 16 clubes para discutir a decisão do governo pois havia a expectativa por parte da entidade e dos times de que a retomada fosse imediata, mas foi adiada.

Os clubes, por sua vez, já contam com esquemas de testagem para detecção da Covid-19 montados para a realização nos atletas e membros da comissão técnica.

Em nota, a FPF, salientou que havia recebido a notícia ‘com estranheza', já que o protocolo de retomada preza, em primeiro lugar, pela saúde.

O Campeonato Paulista foi interrompido em março por conta da pandemia do novo coronavírus quando os participantes disputavam a décima rodada da competição. Faltam, portanto, duas rodadas para definir os classificados para a fase eliminatória.