Após recusa, Fluminense acata decisão de STJD e volta a campo em meio à pandemia

Clube cumprirá decisão do Superior Tribunal de Justiça Desportiva e enfrentará o Volta Redonda no domingo (28), mas chama decisão de 'falta de sensibilidade'

Gabriel Ferneda, da CNN, em São Paulo
24 de junho de 2020 às 09:03 | Atualizado 24 de junho de 2020 às 09:08
O técnico do Fluminense, Odair Helmman, usa máscara na volta do time aos treinos
Foto: Lucas Merçon - 19.jun.2020/ FFC

O Fluminense afirmou que acatará a decisão do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), que determinou a realização da partida contra o Volta Redonda, pelo Campeonato Carioca, no próximo domingo (28).

Em nota, o clube diz que jogará em respeito à Justiça Desportiva, mas ressalta que “nenhum clube deveria ser submetido à obrigatoriedade de jogar e ao risco de ser punido desportiva e financeiramente em meio ao estado de calamidade pública”.

“A falta de sensibilidade manifestada pela maioria dos clubes do Rio de Janeiro, bem como por sua representação da FERJ [Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro], demonstra falta de entendimento sobre o papel social do futebol”, afirmou o Fluminense.

A partida contra o Volta Redonda, válida pela 4ª rodada da Taça Rio, está marcada para as 19h no Maracanã. Entretanto, o Fluminense requisitará junto a FERJ a mudança de local para o Estádio Nilton Santos, o Engenhão.

Leia também:

Atletas do Fluminense emitem manifesto contra retorno: 'Jogaremos sob protesto'

Botafogo e Fluminense rejeitam retorno do futebol carioca apesar de liberação

Clubes criticam retomada

O prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, confirmou na terça-feira (16), que as partidas do Campeonato Carioca poderiam ser retomadas com portões fechados. O campeonato estava suspenso desde 16 de março.

Fluminense e Botafogo se mostraram contrários à decisão da FERJ de retomar o campeonato. O presidente do Botafogo, Nelson Mufarrej, afirmou que a iniciativa era de "profunda desconexão com a realidade".

O presidente do Fluminense, Mario Bittencourt, já havia falado que a pandemia de Covid-19 não tinha acabado e que “o retorno dos jogos é inaceitável”. Os atletas do Fluminense também haviam se manifestado contrários à decisão.

Leia também:

Ronaldo diz que retorno do futebol brasileiro é prematuro

Sindicato dos Atletas de Futebol do RJ é contrário à volta dos jogos

O campeonato foi retomado na quinta-feira (18), no jogo entre Flamengo e Bangu, no Maracanã.

As partidas de Botafogo e Fluminense estavam marcadas, inicialmente, para a segunda-feira (22). Os clubes entraram com recurso no STJD, pedindo que os jogos só fossem realizados no começo de julho. Fluminense e Botafogo só voltaram aos treinos nos dias 19 e 20, respectivamente.

A decisão foi deferida parcialmente pelo Tribunal e a FERJ remarcou os jogos dos dois clubes para este domingo (28).