Pandemia faz 'France Football' cancelar Bola de Ouro a melhor jogador do mundo

Não haverá entrega do prêmio de melhor jogador do mundo este ano pela primeira vez desde 1956

Leonardo Lopes, da CNN em São Paulo
20 de julho de 2020 às 09:50
O atacante argentino Lionel Messi, do Barcelona
Foto: Albert Gea/Reuters

A revista francesa "France Football" decidiu cancelar o prêmio da Bola de Ouro de 2020, que tradicionalmente premia os melhores jogadores do mundo. Segundo a publicação, a pandemia de Covid-19 impôs condições diferentes aos concorrentes. A maioria dos campeonatos no mundo foram paralisados e não retornaram ao mesmo tempo. 

"O parêntese [em nossa história] não nos encanta, mas nos parece o mais responsável e lógico", afirmou a France Football. "Os aspirantes ao prêmio não estão no mesmo barco. Alguns viram sua temporada ser cortada radicalmente, outros não. Então, como você compara o incomparável?"

Leia mais:
Cristiano Ronaldo é 1º jogador de futebol a ganhar mais de US$ 1 bi na carreira
CBF divulga novo calendário do futebol, com final do Brasileirão em 2021
Retorno do futebol: perda bilionária, estádios vazios e briga por direitos de TV

A revista afirma que não queria afixar um asterisco indelével na lista de prêmios, entregando a Bola de Ouro em circunstâncias excepcionais causadas pelo novo coronavírus. 

A publicação argumentou ainda que geralmente são necessários onze meses de futebol acontecendo ao redor do mundo para que os jurados formem suas opiniões. Nas condições da pandemia, o melhor jogador e a melhor jogadora de futebol do mundo seriam decididos pelas performances em janeiro e fevereiro apenas.

"A nossa história é preciosa demais para correr o risco de danificá-la com um exercício vacilante. Nestes tempos turbulentos, fazer uma pausa é um luxo e uma necessidade inestimável. Para que o futebol, como um todo, recupere força e força, paixão e emoção", concluiu o anúncio oficial.

No ano passado, o prêmio foi entregue ao argentino Lionel Messi, no masculino, e à americana Megan Rapinoe, no feminino.